Home > Destaques > 95% dos negócios de Juruaia são comandados por empresárias

95% dos negócios de Juruaia são comandados por empresárias

O empoderamento feminino é um tema recorrente, mas em Juruaia, cidade localizada no Sul de Minas, essa ação é comum. O município, que possui 10 mil habitantes, tem cerca de 300 lojas de moda íntima, praia e fitness, sendo que 95% dos empreendimentos foram fundados e são chefiados por elas.

A atividade é a principal fonte econômica da cidade. De acordo com a Associação Comercial e Industrial de Juruaia (Aciju), as confecções fabricam 2 milhões de peças mensais. O faturamento é em torno de R$ 20 milhões e o crescimento médio anual é de 20%. Cerca de 4.200 pessoas trabalham neste segmento e a cidade é o 3° maior polo de moda íntima do país.

A presidente da Câmara da Mulher Empreendedora de Juruaia, Rozana Marques, atribui esse sucesso à atitude feminina. “Na sociedade em que vivemos precisamos provar que somos capazes para ter algum crédito. E nós conseguimos mostrar a nossa força, conquistar espaço e movimentar a economia da cidade”.

Felinju
Em sua 21ª edição, a Felinju – Moda e Lingerie de Juruaia – contou com 30 mil visitantes em 4 dias de desfiles e negócios. A feira também movimenta cidades vizinhas. “Os hotéis dos municípios vizinhos ficam lotados, assim como os setores de alimentação e beleza”, afirma o presidente da Aciju, José Antônio da Silva.

De acordo com ele, a feira começa a ser organizada com meses de antecedência e a cidade se mobiliza para o evento. “Nós lançamos a 21ª Felinju em julho do ano passado, ou seja, há um processo gigante para que tudo seja concluído sem erros e dentro do planejado”.

Silva acrescenta que os lojistas também se preparam bastante. “Há uma sinergia e isso é perceptível. Os empresários saem da zona de conforto a fim de preparar o estabelecimento para receber a movimentação durante a feira. Isso tudo dentro da estratégia que a Aciju monta”.

Rozana ressalta que o sucesso do evento segue por todo o ano. “Ela funciona como vitrine, pois quando acaba, continua os negócios e vendas”.

[tr][th]Felinju teve um crescimento de 13% e faturou R$ 20 milhões em negócios.[/th][/tr]

O desfile

O foco do desfile de abertura foi “Vista a paz, viva o amor”. De acordo com o produtor e proprietário da marca Modelle, Val Allans, o tema diz muito sobre o município. “Para que seja um sucesso, Juruaia tem um fator primordial que é à união dos empresários. Não nos tratamos como rivais devido à concorrência, mas sim como parceiros. Além do design das peças, cada um tem sua identidade dentro de sua proposta e, consequentemente, seu espaço”.

O prefeito Claudeci Araujo (PSB) considera essa união a chave para o crescimento. “O principal personagem desse sucesso é o empresário. Nós, da prefeitura, somos apenas um parceiro. A gente percebe o profissionalismo quando a base é bem feita. Ninguém caminha sozinho e em Juruaia isso é posto em prática”.

Localização
Por ser longe da capital, o município ainda é pouco conhecido pelos belo-horizontinos. Mas, de acordo com a secretária de Indústria, Comércio e Turismo, Dedel Gonçalves, essa realidade pode mudar em breve. “Iniciamos um trabalho a fim de estreitar o laço com BH. O segmento de lingerie se desenvolveu e o de gestão não. Juruaia precisa da atenção do poder público”.

Turismo
O prefeito de Juruaia elucida o desejo de que empresários do setor imobiliário acreditem no potencial do município a fim de construir um hotel na cidade, serviço que ainda não é oferecido. “Não é justo termos um fluxo tão grande de pessoas e mandá-las para cidades vizinhas para se hospedar”.