Home > Artigo > Mineiro começa

Mineiro começa

O Campeonato Brasileiro 2020 terminou dia 25 de fevereiro de 2021, e a causa do adiamento foi a pandemia que paralisou as atividades por 3 meses, consequentemente as partidas foram estendidas. E o futebol não tem descanso, termina o Brasileirão e já começam os campeonatos estaduais.

Aqui, em Minas, o Campeonato Mineiro começou no dia 27 de fevereiro e vai até o mês de final de maio, será a 107ª edição da principal divisão do futebol mineiro. O Atlético é o maior campeão com 45 conquistas.

O Módulo I será disputado por 12 clubes em turno único. Todos os times jogarão entre si uma única vez. Ao fim das 11 rodadas, os quatro primeiros colocados avançam para a fase final, enquanto os dois últimos serão rebaixados para o Módulo II em 2022. Já os clubes terminados entre 5º e 8º lugar disputarão o Troféu Inconfidência.

O Troféu Inconfidência e Recopa serão entregues aos clubes terminados de 5º a 8º lugares na primeira fase, que será nos mesmos moldes da fase final do campeonato: semifinais e final com jogos eliminatórios de ida e volta. O chaveamento será 5º x 8º e 6º x 7º. O ganhador da final conquistará o Troféu Inconfidência e terá o direito de disputar a Recopa do Interior contra o Campeão do interior, ou seja, o clube mais bem colocado ao fim do campeonato. Caso um dos times da capital (América, Atlético ou Cruzeiro) se sagrar Campeão do Troféu Inconfidência, a Recopa do Interior será disputada entre o Campeão do Interior e clube do interior mais bem colocado no Troféu Inconfidência.

Os times da capital como sempre são os chamados “favoritos” por terem jogadores com mais qualidades e estruturas de treinamentos. Mas, os clubes do interior sempre aprontam, por isso, Atlético, América e Cruzeiro sempre pegam pedra dura nas partidas pelos estádios do interior. Este ano participam do campeonato, Uberlândia, Cruzeiro, Caldense, Tombense, Pouso Alegre, Coimbra, Atlético, Coimbra, Atlético, Boa Esporte, Patrocinense, Athletic.

As novidades são o Pouso Alegre e o Athletic de São João del-Rei, campeão e o vice campeão do módulo II respectivamente, caíram o Villa Nova e o Tupynambas de Juiz de Fora, para o módulo II.

Infelizmente, com a pandemia, o público ainda não poderá assistir as partidas nos estádios. Que a vacina chegue logo e todos sejam vacinados e a vibração dos torcedores apaixonados pelos seus clubes voltem com seus gritos, agitos das bandeiras e faixas nas arquibancadas.

O calendário do futebol brasileiro também será agitado com os campeonatos estaduais, as Copas do Brasil, Libertadores, Sul Americana, além das eliminatórias para a Copa do Mundo, com a seleção brasileira disputando vaga para o Qatar 2022. Emoção é que não vai faltar.

O futebol movimenta os brasileiros, afinal é o esporte favorito. E o Edição do Brasil estará sempre ao lado dos clubes na valorização desse espetáculo. Vamos firme, mais um ano e que Deus ilumine a todos. Dias melhores virão!

*Sérgio Moreira
Jornalista

O conteúdo deste artigo é de responsabilidade exclusiva do seu autor