Home > Artigo > Futebol não vai parar em 2021

Futebol não vai parar em 2021

Começou o ano, e a nossa primeira coluna já está no final de janeiro, o tempo voa, o tempo passa e desejamos saúde a todos. A pandemia mudou a vida de todo o mundo, somos 8 bilhões de habitantes em todos os cinco continentes. O novo vírus que apareceu em dezembro de 2019, transformou nossas vidas e, infelizmente, milhões de pessoas morreram em dezenas de países, mais de 220 mil apenas no Brasil. Contudo, uma boa notícia surgiu, a vacinação, o que poderá dar uma luz no final do túnel.

No futebol brasileiro este ano será atípico. Após a pandemia do novo coronavírus interromper o calendário do ano passado e fazer as competições se alongarem para o este ano, não haverá intervalo na mudança de uma temporada para outra. As competições relativas a 2020 vão terminar em fevereiro e, na sequência, o novo ano do futebol começa sem pausa ou férias. As competições não vão parar.

Com as várias competições durante este ano, os atletas, comissões técnicas e funcionários dos times de futebol só terão direito a férias em dezembro de 2021, quando há a previsão de a temporada seguinte chegar ao fim. Portanto, para não cometerem infrações trabalhistas pelo longo período de trabalho sem intervalo, as equipes contam com uma reorganização do calendário e com a negociação coletiva conduzida em março do ano passado. Um acordo costurado entre a Comissão Nacional de Clubes (CNC) e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) assegurou um novo formato. A maior parte dos times da Série A antecipou as férias relativas a 2020 para o mês de abril. Boa parte dos atletas ganhou os 20 dias de descanso e retomou os trabalhos de casa, com treinos on-line.

A maior parte das equipes instituiu até mesmo nesse período alguns meses de redução salarial devido ao impacto econômico gerado pela perda de receitas com a pandemia. Em algumas equipes houve redução de 25, 30 e até 40% dos salários. Com a pandemia, o campeonato foi adiado. Alguns clubes adiantaram as férias para elas serem cumpridas no começo da paralisação. As férias vão se encaixar ao campeonato futuro.

O calendário do futebol profissional brasileiro para a temporada de 2021 já está previamente preenchido. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou, recentemente, as datas previstas para as competições nacionais e estaduais ao longo do próximo ano, com bola rolando de 28 de fevereiro a 5 de dezembro.

A principal novidade fica por conta da continuação de todas as séries do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil mesmo em meio à disputa das eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, no Catar, e da Copa América, que será realizada na Argentina e na Colômbia, a partir de junho. Os campeonatos estaduais, por exemplo, começarão em 28 de fevereiro, com disputa em até 16 datas, mesmo número deste ano. Os times que atualmente disputam a Série A do Brasileiro não terão tempo de preparação para seus respectivos estaduais, já que o principal torneio nacional acaba em 24 de fevereiro, apenas quatro dias antes da primeira rodada dos estaduais de 2021. Ainda de acordo com o documento da CBF, as competições estaduais acabam no dia 23 de maio.

A Supercopa do Brasil, que voltou a ser disputada neste ano em jogo único, tem data prevista para 10 de março, mesmo dia em que se dá início à Copa do Brasil. As eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar terão dez datas divididas em cinco períodos, de 25 de março a 16 de novembro, sem, no entanto, haver choque de datas com as competições nacionais. A Copa América, no entanto, que vai ser disputada de 11 de junho a 11 de julho, ocorrerá simultaneamente com as principais competições do Brasil. Por fim, todas as séries do Campeonato Brasileiro têm início previsto para o último fim de semana de maio: a Série B começa no dia 29, e as Séries A, C e D no dia 30. A elite do Brasileirão, inclusive, é a competição que finda o calendário nacional, no dia 5 de dezembro. Contando com um controle da pandemia do novo coronavírus, o Campeonato Brasileiro (de todas as Séries) e a Copa do Brasil voltam a acontecer nos períodos em que normalmente vinham acontecendo nos últimos anos; As datas das competições continentais: Recopa Sul- -Americana, Copa Libertadores da América, e Copa Sul-Americana só serão divulgadas posteriormente pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

A Copa do Nordeste, que não costuma estar no calendário previamente divulgado, mais uma vez, não se faz presente com as suas datas. Calendário, competição por competição: Estaduais (16 datas)28 de fevereiro a 23 de maio; Supercopa do Brasil (jogo único entre o campeão brasileiro e o campeão da Copa do Brasil de 2020)10 de março; Copa do Brasil (16 datas e oito fases)10 de março a 27 de outubro; eliminatórias (10 datas divididas em cinco períodos) 25 de março a 16 de novembro; Copa América (31 datas)11 de junho a 11 de julho; Brasileirão Série A (38 datas) 30 de maio a 5 de dezembro; Brasileirão Série B (38 datas); 29 de maio a 27 de novembro; Brasileirão Série C (26 datas) 30 de maio a 21 de novembro e Brasileirão Série D (26 datas) 30 de maio a 14 de novembro.

Esperamos que todas as pessoas sejam vacinadas, o público compareça aos estádios e a nossa vida volte a ser normal. Viva!

*Sérgio Moreira
Jornalista

O conteúdo deste artigo é de responsabilidade exclusiva do seu autor