Home > Artigo > O Galo Mineiro canta alto no Brasileirão

O Galo Mineiro canta alto no Brasileirão

O torcedor atleticano está eufórico e com bons motivos para sonhar com a conquista do Campeonato Brasileiro. Líder do Brasileirão e com a equipe cada vez mais entrosada e vibrante em campo, o técnico Jorge Sampaoli, por outro lado, ainda não está satisfeito com o elenco do Atlético e segue pedindo por mais reforços à diretoria. Apesar disso, boa parte da imprensa brasileira admite que o Galo tem um dos três melhores elencos do futebol brasileiro na atualidade e vai brigar pelo título nacional.

O Atlético Mineiro, juntamente com Palmeiras e Flamengo, tem um time reforçado e num campeonato de pontos corridos, em turno e returno, prevalece a força e qualidade do grupo. Assim, o Atlético começa a caminhar a passos largos para a tão sonhada conquista.

É inegável o ótimo trabalho que Sampaoli vem desenvolvendo no Galo. O argentino tem muitas peças de reposição e tem conseguido organizar uma equipe bastante competitiva. O time lidera o Brasileirão com 5 pontos à frente do Internacional e um jogo a menos no campeonato.

No elenco atleticano, a verdade é que Sampaoli tem jogadores ágeis, com muitas transições, uma defesa consistente, sendo destaque o zagueiro paraguaio Júnior Alonso, que vem se tornando uma muralha na defesa alvinegra. Isso implica numa equipe móvel, competitiva e que tem a capacidade de sair de uma ação defensiva para uma ação ofensiva extremamente rápido e com qualidade.

Em 12 partidas disputadas, a equipe mineira obteve nove vitórias e três derrotas. Essa sequência de conquistas vai na contramão de um Brasileiro que já teve 42 empates em 125 confrontos, sendo cinco deles na 13ª rodada.

A intensidade e volume de jogo apresentados pelo Atlético, que já marcou 25 gols e tem o melhor ataque do torneio com sobras, tem sido determinante para o aproveitamento de líder até aqui. A filosofia ofensiva adotada por Sampaoli explica a superioridade do time mineiro no páreo. Com variações táticas, muita técnica e mudanças constantes nas escalações, o Galo massacra os adversários e se posiciona como um dos postulantes ao título nacional.

É gratificante ver o futebol mineiro no alto da tabela na principal competição do país. Agora, para a alegria se tornar completa, vamos torcer pela rápida e urgente recuperação do Cruzeiro. A rivalidade neste momento deve ser deixada de lado. A Raposa é gigante pela própria natureza, tão combatida e jamais vencida. Não merece estar nesta situação. Precisa retornar à elite nacional para brigar por títulos importantes com seu grande e histórico rival.

*Wanderley Paiva
Desembargador do TJMG e bacharel em Comunicação Social

O conteúdo deste artigo é de responsabilidade exclusiva do seu autor