Home > Esporte > Andar de patins volta a ser moda e traz inúmeros benefícios para praticantes

Andar de patins volta a ser moda e traz inúmeros benefícios para praticantes

Crédito: Pixabay

Andar de patins sempre foi prazeroso para a contadora Camila Procópio, 29 anos. Assim como outras meninas, ela conta que conheceu a modalidade ainda criança. “Durante uma fase, a patinação era moda entre as minhas amigas e qualquer programa que fazíamos envolvia os patins. Com o tempo, deixamos isso um pouco de lado, mas sempre senti falta”.

O reencontro de Camila com as rodinhas aconteceu quando ela foi a um jogo do Cruzeiro e conheceu pessoas que estavam andando de patins na Esplanada do Mineirão. “Eram mais ou menos umas 20 patinando e peguei o contato do grupo com um dos participantes. Na semana seguinte, voltei a andar e, atualmente, pelo menos uma vez na semana, reservo uma hora para praticar”.

Esse hábito já dura mais de 5 anos e a contadora relata que não fica mais sem. “Mesmo durante as minhas férias, levo os patins e acho um local para andar. Virou, novamente, um vício e eu não quero mais parar, pois é uma atividade que me relaxa e aproveito até para pensar na minha vida”.

Moda nos anos 80, quando as atrizes apareciam patinando nos filmes e nas revistas de moda, beleza e saúde, andar de patins, durante alguns anos, foi sendo esquecido pelas pessoas. Porém, voltou com tudo e hoje é possível ver gente de qualquer idade praticando o esporte, afinal ele ressurgiu como um exercício para o verão, pois permite usar roupas mais leves, aproveitar o clima e conhecer a cidade.

A educadora física Adrielle Trindade disse que a modalidade possui diversos benefícios, como a queima de gordura (360 calorias por hora); fortalecimento da musculatura dos membros inferiores, abdômen e da região da lombar. “Outro ponto importante é a melhora do equilíbrio e postura corporal, além da diminuição do estresse, vantagem importante para qualquer pessoa que busca uma atividade física”.

Adrielle ressalta também que a prática de qualquer exercício físico requer certos cuidados básicos e com a patinação não poderia ser diferente. “O praticante precisa ter um cuidado maior com as articulações, principalmente, do tornozelo, joelho e quadril. Se tiver tido alguma lesão nesses lugares anteriormente é indicado que procure um médico para avaliar. Pessoas que sofrem com labirintite precisam estar com os sintomas controlados, pois o risco de queda se torna maior com uma crise”.

Além desses cuidados, o uso de equipamentos de segurança é fundamental para evitar lesões graves. “A tendência de uma queda de patins é batermos com os joelhos, cotovelos e cabeça, por isso, esses lugares merecem mais atenção. Ademais, há o risco de lesionar as articulações e romper ligamentos do cotovelo, joelho e tornozelo”.

Sobre alongamento antes da patinação, a educadora física afirma que a literatura ainda se divide sobre os benefícios dessa prática antes das atividades físicas. “Algumas pessoas se sentem melhor realizando alguns exercícios de alongamento, já para outras não faz diferença. O importante é conhecer o seu corpo e entender o que melhor se adapta a ele. Um profissional de educação física é indicado para realizar a avaliação individualmente”, finaliza.