Home > Colunas > Descobrindo talentos

Descobrindo talentos

Ser radialista ou jornalista esportivo é um sonho de muitos jovens. Ser narrador, repórter ou comentarista, ter acesso livre aos estádios, ficar próximo dos jogadores, transmitir alegria e emoção para milhares de pessoas é mais do que um sonho, é algo mágico. Para muitos é quase impossível de virar realidade. Para quem consegue chegar lá, uma glória.

No passado vários jovens corriam atrás deste sonho nas emissoras de rádio, em geral nas pequenas emissoras do interior. Grandes talentos surgiram assim. Talentos que brilharam ou continuam brilhando nas emissoras das metrópoles.

Tempos depois surgiram as escolas de comunicação, oferecendo formação superior e qualificada para todos aqueles cujo desejo era trabalhar no segmento. A cada ano estas faculdades oferecem ao mercado milhares de jovens. Um verdadeiro exército para encarar o desafio da profissão. Muitos sonham em seguir o caminho do jornalismo esportivo, tentam de todas as formas. As oportunidades são poucas e bem concorridas. Quem realmente tem talento e disposição acaba alcançando o objetivo. Infelizmente grande parte dos formandos não tem interesse pelo esporte.

Preferem outras áreas mais amenas em termos de trabalho.
Preocupada com isto, a Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) se uniu ao Centro Integrado Empresa Escola (CIEE), entidade de assistência social para um projeto inédito. Descobrir talentos. Estamos criando um curso bem básico para despertar o interesse real dos jovens pelo jornalismo esportivo. Jovens matriculados no CIEE que estão sendo preparados para várias profissões. São adolescentes de famílias com baixa renda e que buscam preparo para entrar no mercado de trabalho.

Todos são cheios de sonhos, desejam uma vida melhor, mas não sabem nem por onde começar ou a quem procurar. É aí que entra o nosso projeto. O curso será gratuito, ministrado de forma voluntaria por profissionais da comunicação esportiva, associados da AMCE.

Narradores, comentaristas, repórteres, redatores, produtores e técnicos irão ensinar aos jovens inscritos como funciona cada função, o que precisa ser feito para aperfeiçoar, as vantagens e as dificuldades da profissão, como encontrar oportunidades, ensinar dicas e detalhes, orientar sobre a importância de seguir nos estudos, chegar à faculdade, formar e buscar sempre a melhor qualificação.

O objetivo maior será o de mostrar o caminho, abrir portas, preparar.
É como se fosse à categoria de base de um time. Quem sabe no meio daquela garotada não nasce um grande talento do jornalismo esportivo.

Entretanto, o mais importante, mesmo que nenhum participante se transforme num profissional da comunicação esportiva é o nosso desejo de deixar uma marca importante na vida de cada um. Mostrar a importância do estudo, da qualificação, de ser um profissional de verdade, justo e competente, independente da profissão que abraçar.

Importante destacar que a ideia da iniciativa é do jornalista esportivo Ronan Ramos, vice- presidente da AMCE, profissional que marcou época nos programas e transmissões da famosa TV Itacolomi como o repórter da camisa amarela.

O CIEE que desenvolve um trabalho magnífico de apoio, incentivo e qualificação de jovens aprendizes, abraçou a causa de imediato, com muita presteza e profissionalismo. Assim, a partir de meados de março, os cursos terão inicio, envolvendo centenas de jovens.
Vamos juntos e unidos à caça dos talentos!

*Presidente da Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE)
amce@amce.org.br