Home > Opinião > Crença limitante: como a mente pode impedir seu sucesso

Crença limitante: como a mente pode impedir seu sucesso

“Que você tenha um próspero ano novo”. Quem é que nunca ouviu essa felicitação nas festas de fim de ano? Contudo, prosperar parece mais difícil do que parece. É que, segundo estudos, o sucesso em inúmeros âmbitos da vida depende de nós mesmos, mas, estamos acostumados a criar empecilhos. Esse fenômeno é compreendido como crença limitante, ou seja, quando algo que você acredita te limita de alguma forma.

Segundo a instrutora de ThetaHealing, Amanda Pissolati (foto), crenças negativas influenciam diretamente na prosperidade do nosso dia a dia, além de afetar a vida amorosa, profissional, financeira, etc.

Qual é a relação entre mente e sucesso?
Os nossos pensamentos atraem o que queremos. Se somos negativos, pensamos que temos muitas contas para pagar e focamos nisso, mais dívidas vão chegar sem que estejamos preparados para elas. Contudo, se refletirmos e agirmos com responsabilidade, acreditando que somos prósperos, o universo irá conspirar a nosso favor. É essa a relação entre nossa mente e o sucesso das nossas ações. É importante lembrar que existem, em nosso subconsciente, várias crenças e elas podem ser limitantes ou potencializadoras do nosso sucesso.

O que são as crenças negativas?
Existem níveis de crenças, algumas são formadas a nível genético e outras pelo consciente coletivo. Há também as que são construídas do 1° a 7° ano de vida e outras pelo local/país que nascemos/vivemos. As negativas são conhecidas como limitantes, pois nos impede de sermos a potência que podemos ser e somos. Essas crenças, por exemplo, nos fazem acreditar que somos incapazes de ganhar muito dinheiro trabalhando com o que gostamos, que não vamos ser felizes no amor, que é impossível conseguir um emprego melhor, etc.

O começo de um novo ano é o momento ideal para refletir sobre isso?
Nós podemos, e devemos, repensar nossa vida em qualquer época do ano. Mas, muitos acreditam que essa reflexão deve acontecer apenas no final/início de um novo ano. Mas, independentemente do período, é sempre importante revermos nossos hábitos, potencializar os aspectos que gostamos, que estão dando certo e checar tudo o que não está indo bem ou que não gostamos, para melhorar e sermos a potência que viemos ser neste mundo.

Como evitar essas crenças? Qual a forma de sair dessa limitação?
Às vezes para pertencer a um grupo ou roda de conversa aceitamos várias crenças limitantes como: “a vida não está fácil”, “eu não tenho dinheiro para nada”, etc. Contudo, podemos não aceitar isso em nosso sistema de crenças e buscar meios para mudar, entendendo quais são essas crenças, o que as causam, definindo objetivos e as substituindo por uma ideia mais fortalecedora. O ThetaHealing, conjunto de técnicas de cura energética, quântica e espiritual, vem como um aliado para mudar essas limitações. Por isso, uma sessão ou o curso da prática pode ser uma boa saída.

Como o ThetaHealing nos auxilia?
A técnica ajuda a pessoa a ver quais crenças a limitam e a potencializá-las. Um outro ponto importante é que a prática vai auxiliar o indivíduo a compreender que não é preciso aceitar tudo que o mundo oferece e nem adquirir mais crenças limitantes a cada conversa que se tem no dia a dia.

Qual a importância de se refletir sobre o impacto da negatividade no dia a dia?
Ao tomar consciência da nossa negatividade temos a oportunidade de mudar e de buscar meios para sermos mais leves e tranquilos no cotidiano. Entendendo isso, será mais fácil aproveitar a vida, sorrir e enxergar o lado bom das coisas.

 

Nat Macedo
Belo-horizontina, 22 anos. Graduanda em jornalismo pelo Centro Universitário Estácio de Sá, fez cursos de Consultoria de Imagem e Design de Moda. Há 3 anos criou um blog voltado para o público feminino. Interessada em assuntos relacionados à minoria, gosta de dar visibilidade as pequenas causas voltadas a inclusão e empoderamento destes nichos.