Home > Destaques > Zema tem apoio da iniciativa privada para conquistar novos investimentos

Zema tem apoio da iniciativa privada para conquistar novos investimentos

crédito – Omar Freire

Nos primeiros 9 meses de administração, o governador Romeu Zema (Novo) demonstrou que a transparência vem em primeiro lugar e não se concentrou apenas nas dificuldades financeiras, uma vez que essa situação já era conhecida por ele na época da campanha eleitoral.

No momento, Zema tem sido bastante pressionado devido sua intenção em encaminhar projetos para Assembleia Legislativa com o objetivo de estabelecer a Recuperação Fiscal do governo e, com isso, minimizar a crise financeira.

Os debates sobre o tema são esperados pelos deputados estaduais que se preparam como se fossem para uma guerra. Quando foi eleito, Zema defendia a bandeira do liberalismo e ele nunca negou ser a favor das privatizações. E, mesmo assim, o seu projeto foi o vencedor nas urnas. Agora, se corporações de funcionários públicos e os defensores de um governo mais estatizado estão contra a ideologia de Zema, o confronto será inevitável e vai acontecer no plenário da Casa Legislativa em breve.

Apoio do setor privado

Longe da máquina administrativa, o governador mineiro tem um respaldo importante. Ele conta com apoio de influentes entidades e empresários de peso que, em última análise, o ajudariam a canalizar investimentos para ajudar no desenvolvimento e na geração de empregos nas diferentes regiões do estado.

Um desses nomes é o do empresário Salim Mattar, atualmente secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, em Brasília, com acesso aos escaninhos importantes do Palácio do Planalto. Pelas informações de bastidores, Salim e Zema se falam com regularidade na tentativa de buscar abertura de empresas no estado.

O empresário Fabiano Lopes Ferreira, próximo de Zema, considera que, a partir do próximo ano, os passos serão mais proativos e o governador vai exibir aos mineiros um estilo próprio de administrar. “Ele fez sucesso na iniciativa privada e pode reproduzir o mesmo êxito na esfera pública. É só uma questão de tempo”, acredita Ferreira.

“Nós, empresários de Belo Horizonte, temos prestado a nossa contribuição ao governador do estado. Às vezes, levando sugestões diretas a ele e, em outras ocasiões, debatendo os assuntos com os seus secretários”, revela o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), Marcelo Souza e Silva.

Ao longo desses meses, Zema fez inúmeras visita às entidades de classe, como a CDL/BH, a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) e a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg). O intuito do governador é criar novos projetos para instalação de indústrias que possibilitem a geração de emprego e renda nas diferentes regiões do estado.

Nos bastidores, os comentários apontam para um relacionamento amistoso entre o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, e Zema. Essa parceria tem se fortalecido com o passar dos meses e pode representar uma aliança importante entre poder público e privado para o futuro do estado.