Home > Esportes > Praticar esporte no inverno queima até 30% a mais de calorias

Praticar esporte no inverno queima até 30% a mais de calorias

A chegada do inverno faz muitas pessoas desistirem de praticar alguma atividade física e o movimento nas academias e parques começa a diminuir. A vontade de ficar em casa debaixo do cobertor, tomando um chocolate quente e assistindo um filme é bem tentadora. No entanto, quem busca manter um estilo de vida mais saudável deve manter o foco durante o ano todo. De acordo com o personal trainer Ramon Torres, treinar nessa época de temperaturas mais baixas possui alguns benefícios. “Existem estudos que mostram que a prática de exercício físico no clima frio queima até 30% a mais de calorias”.

O profissional explica que no inverno o corpo necessita de mais calorias para conseguir se manter aquecido. “Isso acontece porque o metabolismo acelera seu funcionamento até cinco vezes o normal. Manter uma dieta equilibrada e praticar uma atividade no frio é um grande aliado para quem quer perder peso. Os resultados vão depender da frequência e intensidade”.

Outra vantagem está no reforço do sistema imunológico. “Se exercitar no inverno reforça nossa resistência física e permite o combate de doenças como gripes e resfriados, muito comuns nessa época do ano. Isso ocorre porque a exposição ao frio aumenta o número de leucócitos e granulócitos, que são os responsáveis pelo funcionamento do sistema imunológico”.

Torres também alerta que nessa época é comum as pessoas comerem mais. “Elas tendem a ingerir muitos alimentos gordurosos como sopa, chocolate quente, caldos e feijoada. Não precisa parar de comer, mas é importante prestar atenção na quantidade ingerida. Não adianta apenas se exercitar se não tiver uma boa alimentação”.

Ele diz que fazer um alongamento antes das atividades é fundamental para evitar lesões musculares. “Deve ser feito em qualquer exercício, mas no frio os cuidados são maiores, pois a musculatura está mais contraída e tensa. Um bom aquecimento dura em torno de 5 a 10 minutos”.

Ainda de acordo com o personal trainer, as temperaturas mais baixas reduzem o desconforto causado pela transpiração. “Aquele suor excessivo quando se exercita no verão não acontece. O inverno é uma ótima época, por exemplo, para pessoas que estão com sobrepeso ou obesidade para iniciar a prática de algum esporte. Isso porque eles não vão sentir tanto impacto e conseguem se adaptar mais facilmente”.

Outra dica do profissional é com relação as roupas para praticar esportes no inverno. Ele orienta que o ideal é usar roupas leves e confortáveis, mas que mantenham o corpo aquecido. “Nada de agasalhos pesados que possam impedir a movimentação com facilidade. Tenha preferência pela calça e casaco de moletom. A hidratação também é importante, porque mesmo no frio o corpo perde líquido”.
O personal trainer diz que exercícios como futebol, corrida, dança, musculação, tênis e basquete são ideais para os dias frios do inverno. “Eles exigem uma intensidade maior e faz com que o corpo esteja sempre aquecido e em movimento. Já para quem gosta de natação, o mais adequado, nessa época, é buscar por academias indoor com piscinas aquecidas”, finaliza.

A vendedora Eduarda Campos frequenta a academia há cerca de 3 anos e conta como faz para treinar no frio. “Nesse tempo a gente fica sem disposição mesmo e com vontade de ficar no conforto de casa, mas o importante é ter persistência. Depois de fazer alongamento e aquecimento, fico no clima total para começar os exercícios. Acho que o calor humano e praticar as aulas com mais pessoas ajudam”.

Eduarda faz esteira e aulas de spinning quatro vezes na semana. “Gosto de manter o corpo em dia, ainda mais no frio quando a gente tende a comer mais besteiras. Se pararmos de treinar e não seguirmos uma dieta, só vamos ganhando peso. O lado positivo de manter os exercícios no inverno é que você se mantém saudável e não precisa correr atrás do prejuízo quando o verão chegar”.

Daniel Amaro
Formado em jornalismo, Daniel tem 25 anos e possui experiência em assessoria de comunicação voltado para produção de conteúdo para web. Ama escrever sobre política, cultura, economia e saúde. É apaixonado por jornalismo investigativo e estudar inglês. É perseverante e adora desafios. Seu hobby preferido é viajar.