Home > Colunas > Amce 80 anos

Amce 80 anos

O tempo passa. Na maioria das vezes muito mais rápido do que a gente deseja. Passa tão ligeiro que, em geral, só dá para notar quando já passou. Pois é, a nossa Associação Mineira de Cronistas Esportivos (Amce) está comemorando seus 80 anos de existência. É tempo que não acaba mais. Criada em 1939 por um grupo de jovens idealistas, com o objetivo de não apenas praticar, mas principalmente divulgar, incentivar, promover e ajudar o esporte mineiro, de forma especial o futebol, que na ocasião começava a movimentar a nova capital de Minas, mas sempre com olhar para o nosso rico interior.

Não deve ter sido fácil carregar tamanha bandeira. Tudo era muito novo, difícil e sem recursos. O que valia mesmo era o amor e a vontade.
O tempo foi passando, a entidade crescendo, o número de associados aumentando. Nos anos 50, graças ao empenho dos dirigentes da Amce, autoridades, empresários e desportistas foram mobilizados para colocar Belo Horizonte como sede de uma Copa do Mundo e dotar a cidade de um grande estádio de futebol. Assim nasceu o gigante do horto, o famoso Estádio Independência, até hoje servindo como palco importante para o futebol mineiro.

A Amce foi construindo sua história entrelaçada à do esporte mineiro. Participou ativamente de grandes conquistas nacionais e internacionais para Minas. Não só no futebol, mas no vôlei, basquete, natação, futebol de salão, boxe, automobilismo, etc. Da mesma forma sempre funcionou como amortecedor, harmonizando crises e buscando as melhores soluções.

Ajudou a organizar torneios, campeonatos e até uma seleção de futebol que se consagrou como campeão do Brasil. Isto em 1963. Ainda na década de 60 coube a Amce uma tarefa quase impossível. Mobilizar autoridades, desportistas e opinião pública para plantar uma semente quase maluca. Viabilizar a construção de um estádio monumental na cidade. Uma obra faraônica, cara, fora das condições dos clubes, federação e até mesmo do governo. A luta foi enorme, mas a vitória foi conquistada. Minas ganhou o majestoso e imenso Mineirão. Um dos maiores e mais bonitos estádios do mundo.

A partir daí, o futebol mineiro mudou de patamar. Passou a ser reconhecido e respeitado como uma das principais forças do futebol, tanto dentro do Brasil, como no exterior. Impulsionado por esta onda de sucesso, outros esportes também cresceram muito, conquistando belas vitórias e grandes títulos.

A Amce sempre soube acompanhar este desenvolvimento e ao mesmo tempo alargar seus horizontes. Montou sede própria, conquistou leis de garantia do credenciamento oficial dos cronistas esportivos, ampliou seu quadro social e vem realizando congressos, palestras, cursos e vários eventos sociais, culturais e esportivos.
Oitenta anos depois, a Amce continua jovem, forte e com imensa disposição para continuar sua missão. Todos os jornalistas e radialistas de Minas Gerais, que trabalham na cobertura esportiva são filiados e recebem uma credencial amparada por lei federal, que permite acesso livre nas praças esportivas. É associada às entidades nacionais e internacionais de jornalismo esportivo, parceira das federações e confederações esportivas, dos clubes, governos e sociedade de modo geral.

O aniversário oficial acontece no dia 25 de julho, mas desde janeiro estamos comemorando estas oito décadas de existência. Visitas as redações, cafés da manhã na sede, palestras, jogos de futebol entre os associados e amigos vem acontecendo. Recentemente fomos agraciados com o “Troféu Guará”, instituído pela Rádio Itatiaia, que é a mais importante premiação do jornalismo esportivo de Minas.

O programa “Fala Cronista” em parceria com a Rádio Inconfidência continua registrando a história de vários cronistas do passado e do presente. Em junho/julho vamos realizar a “Copa Amce de Futebol Society” reunindo centenas de associados.
Uma revista documento especial está sendo preparada. Diversos eventos sociais estão sendo programados em parceria com empresas e outras associações. Uma grande festa está sendo organizada para acontecer no segundo semestre com entrega de comendas e diplomas a destacados cronistas esportivos, desportistas, entidades e empresas amigas. Muitas outras ações vêm sendo estudadas e, ao longo do ano, surpresas devem acontecer.

Evidente que a situação econômica não permite festas de alto custo. Mas com esforço, determinação e vontade da diretoria e ajuda de muitos amigos, vamos comemorando com dignidade os 80 anos da nossa Amce.

O sonho daqueles meninos em 1939 continua vivo. Centenas e centenas de companheiros vestiram ou continuam vestindo a camisa da Amce. Cada um a seu tempo e modo faz parte da história da Amce, contribuindo para o crescimento e fortalecimento da entidade.

Os meninos de hoje continuam carregando a honrosa bandeira do jornalismo esportivo, hasteada em 1939. O objetivo é trabalhar e comemorar muito, em memória daqueles que já não estão mais aqui, em respeito aos que continuam na labuta e com a responsabilidade de garantir um belo legado para o futuro da nossa crônica esportiva. Salve os 80 anos da Amce.

*Presidente da Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) – amce@amce.org.br