Home > Destaques > João Vítor Xavier deve se aproximar do Democratas para disputar a PBH

João Vítor Xavier deve se aproximar do Democratas para disputar a PBH

Crédito: Luiz Santana/ALMG

As eleições para a Prefeitura de Belo Horizonte já agitam os bastidores da política mineira. Uma prova disso é que há especulações da ida do deputado federal João Vítor Xavier (PSDB) para o Democratas. A proximidade do tucano com a nova legenda se deve, principalmente, pela presença do entusiasta da candidatura de Xavier à PBH, o senador democrata Rodrigo Pacheco.

Além disso, o deputado está distante dos tucanos desde a última eleição municipal, quando, na ocasião, ele colocou seu nove à disposição para concorrer ao pelito e o partido optou por lançar João Leite para a disputa. Ademais, outro fator que também afastou Xavier da legenda foi a aproximação dos membros de seu partido com o atual governador Romeu Zema (Novo) para compor sua base aliada. “Os mineiros não elegeram o PSDB para o governo, eles querem algo novo, uma nova proposta e nós temos que respeitar isso. Não fui a favor e nem concordo com essa questão, por isso estou procurando um local que me identifique mais”, disse o parlamentar.

Outro ponto levantado por Xavier é a sua candidatura à prefeitura da capital. Em sua opinião, ele está pronto para a empreitada. “Quero discutir propostas para uma cidade melhor. Não vou ser candidato para ter uma disputa pessoal com qualquer outro participante do pleito, mas vou debater ideias para Belo Horizonte se tornar um local melhor”.

Atuação na ALMG

Em seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o deputado define o seu posicionamento político atual como independente. “Fui eleito pela população e vou seguir o meu compromisso de fazer o melhor para ela de forma contínua, independentemente do partido que estou”.

Além disso, ele diz que nestes 4 anos serão decididas pautas que vão impactar diretamente na vida dos mineiros, como a CPI da Mineração e a Reforma Administrativa, proposta pelo Executivo. “Estamos avançando com o endurecimento das normas para a mineração. Já há vários projetos de leis sobre esse assunto e o PL 3.676/16, conhecido como ‘Mar de Lama Nunca Mais’, está bem avançado na Casa”.

Em relação às mudanças propostas por Zema, Xavier acredita que ainda irá demorar a tramitação na ALMG. “O projeto é falho e uma prova disso é que há mais de 100 emendas de parlamentares no texto original”, finaliza.