Home > Acir Antão > Acir Antão

Acir Antão

crédito - Luiz Santana

Em reunião especial realizada no dia 14 de março, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) homenageou a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Minas Gerais (Fecomércio – MG) pelos seus 80 anos de atividades no Estado. A instituição que congrega também o Sesc e o Senac, abriga 53 sindicatos filiados e 13 conveniados que representam cerca de 722 mil empresas no Estado.

ROMEU ZEMA – Apesar dos esforços do líder do governo na Assembleia, deputado Luiz Humberto Carneiro (PSDB), está difícil a relação do governador com os deputados de sua base. O que não lhe dão apoio acham até graça das reclamações daqueles que se arvoraram em ser da base de Romeu Zema (Novo), pensando em receber, naturalmente, a contrapartida em obras e atendimento parlamentar. Zema não está nem aí para nenhum deputado, pois isso não é da sua cultura, por não ter sido em tempo nenhum um político. Como empresário reclamou sempre dos impostos devidos ao Fisco e, agora, na condição de cobrador de impostos está numa situação difícil. Ele não esperava administrar o Estado tão cedo e a sua eleição assustou a si próprio, que se viu na condição de líder de um partido sem quadros para tocar a administração. O governador ainda é um estranho no ninho em nossa capital e, se tiver boa vontade, vai se adaptar aos poucos ao jeito de viver dos mineiros de BH. Agora, ele precisa mais do que nunca da Assembleia e recebe deputados marcando tempo de 3 minutos para que cada um se manifeste. Isso demonstra que ele não tem paciência política.

CIDADE ADMINISTRATIVA – A herança deixada por Pimentel (PT) é grande. Se falta dinheiro para muita coisa em Minas, é claro que não há recurso nem mesmo para fazer a poda nos jardins da Cidade Administrativa. Se o governo quiser economizar, é só colocar carneiros e cavalos no seu gramado para que ela ocorra naturalmente.

INTERESSANTE – O mercado financeiro do país não está nem aí para a prosa do presidente Bolsonaro (PSL) nas redes sociais. É que todos estão diretamente ligados ao chamado guru econômico do presidente, o ministro Paulo Guedes. Por isso, os fatos que geraram um boom na Bolsa nos últimos dias provam que o mercado está atento nas movimentações da equipe econômica, um exemplo foi o leilão de aeroportos.

DA COCHEIRA

Dizem que em termos de paciência política, Romeu Zema (Novo) é pior do que o saudoso Hélio Garcia. A diferença é que Hélio tinha carisma.

Mesmo depois do churrasco oferecido ao presidente Bolsonaro (PSL) e ao ministro Dias Toffoli, com todos os líderes partidários presentes, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM), anda desestimulado com a Reforma da Previdência. O toma lá dá cá de Bolsonaro não está funcionando.

A ex-secretária estadual de Cultura Eliane Parreiras, até então coordenadora cultural do Sesc, já assumiu a direção da Fundação Clóvis Salgado, administradora do Palácio das Artes. Ela chegou com fôlego para incrementar as reformas necessárias no Grande Teatro.

ANIVERSÁRIOS

Domingo, dia 24 de março

José Roberto de Vasconcelos Novaes

Chiquinho Monteiro

Deputado Luiz Humberto Carneiro

Segunda-feira, 25

Ex-vereador Juca Camargo – Contagem

Prefeito de BH, Alexandre Kalil

Jornalista Vânia Turce

Empresário Ermelindo da Rocha Faria

Terça-feira, 26

Senhora Vanda Lacerda

Manezinho do Forró

Médico Sérgio Regine

Quarta-feira, 27

Engenheiro José Carlos Baldi

Ex-ministro Arlindo Porto

Paulo Ramos – diretor Cultural do Clube do Choro

Zé Saldanha – fundador do Restaurante do Porto

Quinta-feira, 28

Márcio Belém – ex-prefeito de Esmeraldas

Dr. Carlos Cleber Guimarães – Brumadinho

Rildo Araújo

Sexta-feira, 29

Violonista Wagner Andrade

Jornalista Roberto Abrás – Rádio Super Noticia

Médico e ex-deputado José Rafael Guerra

Sábado, 30

Jornalista João Bosco Martins Sales

Terezinha Rocha

A todos, os nossos parabéns!