Home > Esportes > Hidroginástica não é voltada apenas para a terceira idade

Hidroginástica não é voltada apenas para a terceira idade

A hidroginástica é conhecida por ser praticada por pessoas da terceira idade. Mas esse é um cenário que vem se transformando a cada dia, pois a modalidade tem conquistado adeptos de todas as idades em busca de sair do sedentarismo e melhorar a saúde. De acordo com o educador físico Lenon Ribeiro, o exercício traz diversos benefícios para o corpo e é uma das atividades mais procuradas nos clubes e escolas de natação. “Uma média de 30% dos meus alunos tem entre 20 e 40 anos”, afirma.

Ele explica que a hidroginástica é uma atividade aeróbica e deve ser feita com a supervisão de um profissional. “Ela é indicada para todas as idades, principalmente para quem nunca praticou exercício físico ou possui baixo condicionamento. Também é recomendada para gestantes e até mesmo crianças. Não traz nenhum risco para a saúde, mas é importante realizar uma avaliação antes de iniciar a atividade. A única restrição é para pessoas que sofrem com osteoporose, hipertensão arterial grave, diabéticos não controlados e febre. Esses podem praticar, mas é preciso uma liberação médica”, alerta.

Ribeiro diz que um dos grandes diferenciais da hidroginástica para as demais atividades é que ela é praticada na água e é de baixo impacto. “Não fica aquela sensação de dor no corpo, cansaço e transpiração. O efeito é de relaxamento dos músculos e alívio das tensões. Todas as aulas são bastante divertidas e unem a atividade física, música, sem contar a energia contagiante do ambiente. Normalmente, duram em média de 45 minutos a uma hora e sempre utilizamos equipamentos de natação como flutuadores, halteres e bastões”.

Entre os diversos benefícios, o educador físico cita a melhora da circulação, respiração e flexibilidade do corpo. “Além disso, previne doenças cardiovasculares, pois diminui a frequência cardíaca e a pressão arterial, resultando em melhor trabalho do coração. A atividade também promove bem-estar, reduz o estresse e a ansiedade, melhora o humor, bem como aumenta a capacidade de coordenação motora”.

Mesmo sendo uma atividade feita dentro da piscina, garantir uma boa hidratação do corpo é fundamental. Para os clubes onde não tem cobertura, também é indicado o uso de protetor solar e chapéu. No que diz respeito às roupas, Ribeiro recomenda que as mulheres prendam o cabelo e prefiram um maiô. Já para os homens, calção de praia ou sunga.

Há também quem procure as aulas de hidroginástica com o objetivo de emagrecer. Nesse caso, Ribeiro esclarece que a prática regular realmente faz perder peso, pois os movimentos na água consomem energia do corpo. “No entanto, essa não é a melhor atividade indicada para quem deseja emagrecer, porque o gasto calórico é muito pequeno. Em uma aula de cerca de uma hora é possível eliminar apenas 400 calorias”, finaliza.

Aluna nova
A professora Fernanda Antunes, 33 anos, começou a praticar hidroginástica há cerca de 2 meses. Desde então, tem se sentido mais motivada. “Eu precisava fazer alguma atividade e uma amiga comentou sobre a hidroginástica. No início tive um certo preconceito, pois pensava que só teria pessoas mais idosas na aula. Mas quando iniciei, muitos alunos tinham a mesma idade que eu”, comenta.

Ela diz que andava muito estressada com a rotina de trabalho e estudo. “Notei que isso melhorou bastante, tenho ficado mais relaxada no dia a dia, sem falar nos benefícios do exercício para o corpo. Saio da aula com as energias renovadas e me sentindo mais leve. É como se os problemas desaparecessem por um momento. É sempre uma alegria muito grande”.

Daniel Amaro
Formado em jornalismo, Daniel tem 25 anos e possui experiência em assessoria de comunicação voltado para produção de conteúdo para web. Ama escrever sobre política, cultura, economia e saúde. É apaixonado por jornalismo investigativo e estudar inglês. É perseverante e adora desafios. Seu hobby preferido é viajar.