Home > Paulo Pedrosa > Quem sabe, sabe

Quem sabe, sabe

DESTINOS TURÍSTICOS E REPUTAÇÃO

A reputação é um dos temas que tem ganhado espaço, tanto nos debates acadêmicas quanto no mundo dos negócios e, comumente, associado às empresas, que reflete o grau de confiança, admiração, empatia e estima das pessoas em relação a organização. No entanto, a reputação não é um privilégio exclusivo do universo corporativo. Além das organizações, os territórios também possuem um grau de reputação capaz de explicar o porquê, por exemplo, da opção das pessoas de visitá-los, trabalhar ou investir. Nesse sentido, é possível identificar quais são as características que contribuem para que eles consigam estabelecer laços de confiança com seus diferentes públicos. A reputação de um território é o conjunto de percepções de um determinado grupo sobre aquele ambiente, percepções baseadas em expectativas diretas ou não. Experimentar um território nada mais é que vivenciá-lo em alguma dimensão, seja através de sua cultura, culinária e belas paisagens, seja por meio de uma interação significativa com sua comunidade.

VIAGENS MAIS CURTAS

As pessoas estão fazendo viagens mais curtas, em maior frequência e visitando múltiplos destinos, segundo o estudo Global Travel Intentions da Visa. A média mundial de duração foi de 8 noites em 2017, enquanto que, em 2013, era de 10 noites. De acordo com a pesquisa, as pessoas estão planejando fazer mais viagens para outros países, aumentando a média de 2,5 viagens, nos últimos 2 anos, para 2,7 viagens. As pessoas vindas das Américas lideram em números de viagens, registrando média de 3,2 viagens em 2017. Essa mudança permite aproveitar as temporadas em locais diferentes e promoções ao longo do ano. É algo positivo, pois movimenta o mercado o ano todo, em todos os lugares.

CANAL ABERTO

Satisfação do passageiro. A Pesquisa de Satisfação do Passageiro, realizada pela Secretaria Nacional de Aviação Civil do Ministério dos Transporte, completou cinco anos, período em que foram ouvidos 327.537 passageiros. Em 2013, eles atribuíam nota média de 3,86 aos principais terminais brasileiros, numa escala de 1 a 5. No primeiro trimestre de 2018 a média de satisfação foi de 4,30.

Fonte: Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil  

Greve lucrativa. A greve dos caminheiros trouxe, pelo menos para um setor, vendas boas e bons lucros. Os postos de gasolina, durante os 10 dias, venderam todo o estoque que tinham. O que está faltando são os preços da gasolina, do etanol e do diesel, cobrados, atualmente, voltarem ao normal, principalmente, do diesel, pois há o desconto determinado pelo governo federal. Ninguém garante que os caminhoneiros não estão preparando uma nova greve, caso não sejam atendidos.

O Parque da Gastronomia. Acontece de 21 a 25 de novembro desde ano, no Parque de Exposições Bolívar de Andrade na Gameleira, o evento Parque da Gastronomia Feira e Fórum Internacional de Negócios. A feira terá uma centro de negócios com fórum de debates, 16 pavilhões temáticos e alamedas gourmet. A expectativa é de R$ 100 milhões em negócios e com público esperado de 120 mil pessoas, durante 5 dias.