Home > Saúde e vida > Você sabe o que é canície?

Você sabe o que é canície?

Eles chegam de maneira tímida, escondidos no couro cabeludo e quando você menos espera, tomam conta da sua cabeça. Estamos falando da canície, a despigmentação capilar e que surge gradualmente. Os famosos fios brancos tendem a aparecer após a terceira década de vida na raça branca e na quarta na raça negra. Algumas pessoas notam a mudança um pouco antes. Mas, será que a canície precoce pode ser sinal de algum problema?

De acordo com o dermatologista Domingos Jordão Neto, o problema pode ser hereditário ou até mesmo pelo envelhecimento do corpo. “Quando a canície aparece de forma precoce é sinal de que existe um distúrbio dessa fisiologia, talvez por uma questão autoimune o organismo produz anticorpos contra o melanócito – responsável pela coloração – e ele não consegue tingir o folículo piloso”.

Apesar de não ser sinal de algo grave, segundo o especialista, deve-se dar atenção quando o fio começa a esbranquiçar fora dos padrões. “O certo é começar na região temporal da cabeça (na lateral da testa) e ir evoluindo progressivamente. Mas é válido pensar que isso é a fisiologia do envelhecimento humano. Existem muitas coisas que mudam quando a idade vai avançando”.

Foi por isso que a dona de casa Silvania Rodrigues não se preocupou com a chegada dos fios brancos. A canície chegou relativamente cedo, aos 29 anos. “Na minha família é comum. Meus irmãos mais velhos têm e meus pais também. Lembro que meu pai sempre usava tinta. Por algum tempo eu não quis pintar, porque a tinta tem o cheiro forte e eu sou alérgica”.

Depois de um tempo recomendaram a Silvania uma tinta natural. “Mas ela sai muito rápido, então não compensava. Achei uma marca que tem um cheiro menos forte e uso ela. Tento retocar uma vez ao mês, mas, às vezes, deixo pra lá. Não ligo de ter o cabelo um pouco grisalho. Faz parte da vida”.

Tratamento
Segundo o dermatologista, a canície não tem tratamento. O que é recomendado é exatamente a coloração dos fios. Mas, Silvania alega que algumas tintas de cabelo não tingem seus fios. “Uso a da cor do meu cabelo – chocolate -, e algumas marcas não possuem esse tom. Não é todo produto que dá um bom resultado”.

De acordo a especialista em cabelo Juliana Brasil, isso se deve ao fato de que os cabelos, quando ficam brancos, se tornam mais grossos e resistentes. “Por isso são mais difíceis de colorir. O folículo piloso envelhecido tem menor capacidade de nutrir e produzir menos queratina”.

Ela dá algumas dicas em relação ao produto que deve ser escolhido. “Para quem tem poucos fios grisalhos a dica é usar um tonalizante, pois ele é menos agressivo. Já quem possui mais cabelo branco a aplicação da tinta deve ser feita pela frente, na área da testa e têmporas. É necessário um produto de boa qualidade e manuseio correto para que garantam um resultado satisfatório”.

Mito ou verdade?
Muitas pessoas acreditam ter fios brancos devido ao estresse. Mas, segundo o dermatologista, os problemas não têm relação.