Home > Acir Antão > Acir Antão

Acir Antão

AÉCIO PEDE DESCULPAS – O senador está fazendo o que todo político deveria fazer: reconhecer o erro cometido e pedir desculpas. Em artigo para o Jornal Folha de São Paulo, Aécio fez um mea culpa e revelando que em toda sua vida pública, não existe um ato sequer a favor da JBS, o que segundo ele foi confirmado pelos delatores que nunca apontaram qualquer vantagem indevida. Ele diz que não se pode falar em ato corrupto porque não houve dinheiro público envolvido no pedido de empréstimo que ele fez a Joesley Batista no valor de R$ 2 milhões. Segundo Aécio, ele cometeu um erro e foi muito ingênuo e, por isso, ele se penitencia, mas que não cometeu ilegalidade.  Esse reconhecimento público de que errou deveria ser levado a uma entrevista coletiva do senador, principalmente, em Minas. Muito importante a nível nacional reconhecer esse erro num artigo na Folha de São Paulo, mas falar isso direto com seus eleitores em Minas seria excepcional. Mesmo assim, os ministros da Primeira Turma do Supremo não entenderam assim e a denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o senador foi aceita –  virou réu em ação penal –, por causa da gravação feita por Joesley. É triste saber, que embora tenha sido proprietário de emissoras de rádio, em Belo Horizonte e São João del-Rei e, de estar na vida pública há mais de 20 anos, Aécio não tenha uma reserva para pagar advogados.

“RECEBI E PRESTEI SERVIÇOS” – Quem diz isso é o ex-ministro Delfim Netto, que vem sendo investigado pela Lava Jato e que a pouco tempo teve sua casa vasculhada pela Polícia Federal. Segundo o ex-ministro, em 2010, a pedido do Partido dos Trabalhadores (PT), e não do governo petista, montou um grupo de empresas para concorrer ao leilão de construção da Usina de Belo Monte e assim combater o cartel de grandes empreiteiras. Delfim Netto, que foi um ministro muito influente de três governos militares e combatido pela esquerda brasileira, tornou-se depois conselheiro do ex-presidente Lula. “Recebi honorários pelos serviços prestados, que foi de R$ 3 milhões, quantia que representa um quinto do valor apontado por delatores”, disse.

DA COCHEIRA

E a pobreza está aumentando no Brasil, apesar dos preços dos produtos alimentícios estarem em queda. Agora, já somos 14 milhões de pessoas na condição de extrema pobreza, com renda familiar de até R$ 136 por mês. Nem mesmo os assistidos pelo Bolsa Família se salvam.

Isso é que é ganhar dinheiro. O escritório Dias de Souza Advogados Associados vai por a mão com, seus 12 sócios, em mais de R$ 563 milhões de honorários em uma única ação. Aquela que a Copersucar tocou contra o então Instituto de Açúcar e Álcool. Em 1980, o instituto congelou os preços do combustível prejudicando a cooperativa. A quantia é 10% do total da ação.

O ex-presidente do Supremo Joaquim Barbosa chegou tarde ao PSB. Em Minas, o candidato do partido ao Governo do Estado, ex-prefeito Marcio Lacerda já está comprometido com a candidatura de Ciro Gomes, seu ex-chefe no Ministério da Integração. Em São Paulo, Márcio França, agora governador do Estado, vai trabalhar para Geraldo Alckmin.

ANIVERSÁRIOS

Domingo, dia 22 de abril

Edelweiss Gauzzi Carneiro

Paulo Márcio de Carvalho Filho

Denise Albaley

Segunda-feira, 23

Dia Nacional do Choro

Vera Lúcia Pinheiro

Marilene Costa Chaves

Jornalista Jorge Fernandes dos Santos

Ex-deputado Ronaldo Vasconcelos

Terça-feira, 24

Beatriz Prado de Faria Barcelos

Eli Marcos Joviano dos Santos

Murilo Amaral

Quarta-feira, 25

Engenheiro Dario Ruthiê Duarte

Jornalista Roberto Mendonça

Padre José Ramos

Quinta-feira, 26

Dom Walmor Oliveira de Azevedo

Mazrmud Rachid – Lagoa Santa

Alci Lucas Gomes – Contagem

Sexta-feira, 27

Jornalista Emanuel Carneiro – Rádio Itatiaia

Ex-deputado Paulo Ferraz

Jornalista Carlos Lindenberg

Tia Dulce Maria

Jornalista Márcia Barroso

Nilton Lubeck

Sábado, 28

Lucio Bem Querer

César Masci, ex-presidente do Cruzeiro

Vereadora Elaine Matozinhos

A todos os nossos parabéns.