Home > Esportes > Sete em cada dez brasileiros não praticam atividade física

Sete em cada dez brasileiros não praticam atividade física

Fazer alguma atividade física regularmente ajuda a manter a saúde em dia e a diminuir o risco de desenvolver uma série de doenças. No entanto, o cenário brasileiro é ruim. De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 62,1% da população acima de 15 anos não praticou nenhum esporte ou exercício físico ao longo de 2015. A falta de tempo ou interesse é apontada pela maioria.

 

Motivos
Falta de tempo38,2%
Não gostar ou não querer35%
Problema de saúde ou idade19%
Falta de instalações esportivas acessíveis ou nas proximidades2,7%
Problema financeiro1,9%
Não ter companhia1,7%
Outros1,5%t

O educador físico Rafael Andrade alerta que existem riscos para a saúde quando a pessoa não pratica nenhum exercício. “Um dos principais problemas é o desenvolvimento de doenças cardíacas. A atividade física ajuda a reduzir o colesterol e a glicose no sangue, também auxilia o controle da pressão arterial e melhora a respiração”. Ele destaca ainda outro grande risco. “As pessoas sedentárias são mais suscetíveis ao aparecimento da diabetes”.

Ainda de acordo com o educador físico, os indivíduos que não têm uma alimentação saudável, aliado a uma rotina de exercícios regular, podem acabar se tornando obesos. “É importante ficar atento a isso, principalmente em crianças e adolescentes. Muitos preferem o fast food, pois e não praticam nenhum tipo de atividade física. Com o tempo haverá um grande acúmulo de gordura e um ganho de peso cada vez maior”.

Entre outras consequências do sedentarismo, Andrade cita a osteoporose. “É uma doença comum em mulheres após os 50 anos. Os ossos vão ficando cada vez mais fracos e aumenta o risco de fraturas. Fazer uma atividade física fortalece os ossos e pode prevenir esse problema. Mas para quem já está com a doença, exercitar pode ser perigoso. É preciso um acompanhamento profissional específico para não causar muito impacto”, afirma.

PARA DEIXAR O SEDENTARISMO DE LADO

– Faça 30 minutos de caminhada diariamente. A prática traz benefícios para o coração e ajuda no bem estar.

– Evite usar as escadas rolantes nos shoppings.

– Prefira as escadas ao invés do elevador.

– Troque o carro pela bicicleta para ir ao trabalho

– Dançar e pular corda são atividades físicas que podem ser feitas em casa

Mudança de hábito
A estudante de publicidade e propaganda Cíntia Rodrigues, 21, decidiu fazer uma mudança radical em sua vida. “No ensino médio eu tinha as aulas de educação física, mas depois que comecei a faculdade fiquei um pouco mais sedentária. Aliado a uma alimentação sem regras, acabei engordando e cheguei a pesar quase cem quilos”, diz.
Ela conta que o resultado dos exames eram os piores possíveis. “Meu colesterol era altíssimo, glicose também, sem falar nos meus pés inchados, principalmente em época de calor, e na falta de ar que me dava ao fazer qualquer coisa por mais simples que fosse”.

Ha um ano, Cíntia decidiu fazer uma drástica mudança nos hábitos. “Eu não podia continuar do jeito que estava. Primeira coisa que fiz foi rever minha alimentação e depois começar a fazer alguma atividade física. Deixei de ir de ônibus para a faculdade e passei a ir caminhando. Da minha casa até lá gasto cerca de 25 minutos. Também entrei para a academia e faço aulas de spinning. Atualmente, já estou no meu peso ideal, sem falar da melhora na minha saúde”, finaliza.

Daniel Amaro
Formado em jornalismo, Daniel tem 25 anos e possui experiência em assessoria de comunicação voltado para produção de conteúdo para web. Ama escrever sobre política, cultura, economia e saúde. É apaixonado por jornalismo investigativo e estudar inglês. É perseverante e adora desafios. Seu hobby preferido é viajar.