Home > Esportes > Conheça o pilates e os benefícios trazidos pela prática do exercício

Conheça o pilates e os benefícios trazidos pela prática do exercício

Crédito: Pixabay

O pilates é umas das atividades que vem ganhando cada vez mais adeptos, uma vez que trabalha o corpo e a mente e, ainda, pode ser praticado por todos em qualquer idade, incluindo gestantes. Entre os principais benefícios está a melhora da flexibilidade muscular, capacidade de respiração e concentração, além de reduzir o estresse. A prática requer cuidados e o acompanhamento de um profissional.

Vanessa Mesquita, fisioterapeuta e instrutora de pilates há nove anos, esclarece que qualquer patologia ortopédica ou neurológica, como autismo, AVC e Parkinson pode ser tratada com o auxílio do pilates. “O método funciona com aulas de cerca de 60 minutos de duração e o ideal é que sejam feitas no mínimo duas vezes por semana”.

Ela explica que não existem restrições. “O que acontece é que dependendo da condição do paciente, por exemplo, se a pessoa tem problemas de hipertensão, sempre é feito a aferição da pressão antes e depois das aulas para que a gente consiga adaptar o ritmo de exercícios a essas pessoas”.

Segundo Vanessa, o pilates tem seu nível inicial, intermediário e avançado. “A gente sempre começa pelo ensinar a respirar até a concentração. Conforme a pessoa adquire força e resistência, aumentamos a intensidade gradativamente. No início de cada aula há um período de alongamento e no final de relaxamento”.

Os principais benefícios para o corpo é a flexibilidade, correção postural e o fortalecimento dos músculos. “Para quem tem problemas de postura, o método é o mais indicado e o que tem menor índice de abandono por ser uma atividade mais dinâmica”. Para a mente também existem diversos benefícios. “Um deles é que a atividade é feita em grupo e permite a socialização dos praticantes. Patologias como a fibromialgia que vem do emocional e acaba afetando o corpo, a gente também consegue melhorar, assim como depressão e a ansiedade”.

Vanessa salienta que o pilates necessita de um acompanhamento profissional. “É preciso um fisioterapeuta capacitado. Os educadores físicos podem dar aulas, mas não para reabilitar, apenas como atividade física. Também é importante colocar poucos alunos no mesmo horário, caso contrário o profissional não dá conta de acompanhar”.

Umas das dúvidas recorrentes é se o pilates é uma prática que pode ser usada no emagrecimento. De acordo com a instrutora, dependendo do exercício é possível ter uma boa perda calórica. “Mas para ter melhores resultados é necessário estar associado a uma outra atividade, como por exemplo exercícios aeróbicos, pois é onde tem a maior perda de calorias e gorduras”.

PILATES SOLO PILATES EM APARELHO
É caracterizado pela utilização do próprio corpo ou de diversos acessórios que oferecem uma maior variedade de desafios ao método. O pilates solo também faz uso de acessórios auxiliares para a sua realização, como o Magic Circle, Meia Lua, Banda Elástica, Rolo de Espuma e Bola. Os exercícios são realizados nos aparelhos e envolvem uma larga possibilidade de movimentos. Todos feitos de forma rítmica e controlada, associada à respiração e correção postural. A intensidade dos exercícios desenvolvidos nos aparelhos é fornecida através de molas.

Você sabia?

Gestantes

A prática é recomendada a partir do terceiro mês de gravidez até o último dia de gestação. Mas é preciso liberação do médico. “Tudo é pensado em benefício da mãe e do bebê. Ele é indicado pois a gestante passa por modificações no seu corpo. O pilates fortalece os membros superiores e inferiores, ajuda na correção postural, melhora a vascularização, respiração e favorece um parto normal com menores desconfortos”, explica.

Terceira idade

Segundo Vanessa, a terceira idade tem uma fraqueza muscular natural devido ao avanço da idade. “A gente faz exercícios de reforço muscular para evitar quedas. E geralmente o idoso tem um desgaste articular, sente dores, tem hérnia de disco, bico de papagaio. Ele também muitas vezes fica o dia todo deitado em uma posição errada que pode prejudicar a postura. O pilates entra para ajudar na saúde ortopédica e mental desse idoso”.

Daniel Amaro
Formado em jornalismo, Daniel tem 25 anos e possui experiência em assessoria de comunicação voltado para produção de conteúdo para web. Ama escrever sobre política, cultura, economia e saúde. É apaixonado por jornalismo investigativo e estudar inglês. É perseverante e adora desafios. Seu hobby preferido é viajar.