Home > Colunas > Triste destino

Triste destino

Desacreditados e perdidos como uma nau sem rumo em tempestade sem fim, apesar disso os comunistas/petralhas não desistem. Não há dia nem hora para que o condenado a 12 anos e um mês de prisão solte sua verborragia eivada de mentiras e demência ideológica na tentativa de manter vivo o projeto criminoso de poder que quase levou o país a uma completa bancarrota.

Sob o seu comando, o Estado e as empresas estatais passaram por uma “limpeza” de seus cofres para patrocinar o que seria a dominação completa da América Latina, segundo o desejo do ídolo Fidel Castro e sua ilha que ele levou à desgraça total.

Aqui e ali ouvem-se choro e ranger de dentes dos psicopatas diante do fracasso. Certamente, sempre tentarão criar condições para reerguer a cabeça atolada na lama. Tome-se por base o estrago promovido na Venezuela por Maduro, demenciado como seu antecessor Hugo Chaves. Os dois conseguiram praticamente destruir o país que tem a maior reserva mundial de petróleo e, recentemente, provocar um exílio de milhares de pessoas para os países próximos, incluindo o Brasil. Fugiram a pé. Carregaram móveis e até colchões nas costas. Cada um com sua família em busca de um lugar onde possam trabalhar e viver sem a canga comunista a pesar em suas consciências.

No Brasil, figuras grotescas como a senadora Gleisi Hoffmann (PT) e o senador “lindinho” Lindbergh Farias (PT) têm sido acolhidos por suas ideias destemperadas pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil dominada pelo pensamento do Papa argentino que beija a mão de Maduro sem nenhum constrangimento.

A pergunta que não quer calar: “Conseguirá o Brasil se livrar desses fanáticos?” Muito difícil que eles desistam, pois continuarão obcecados pela ideologia que, como o nazismo, mais matou adversários e inocentes – vide o que aconteceu na Rússia sob o comando de Joseph Stalin.

Por mais que sejam criadas condições para o Brasil sair da crise econômica provocada por eles, haverá sempre um Lularápio ou uma Dilma (PT) para manter a busca pelo poder total comunista, utilizando-se dos mais torpes recursos incluindo o aparelhamento de tribunais e veículos de comunicação. Triste destino o nosso!!!

*Jornalista

Foto: Dida Sampaio