Home > Destaques > Vendas de veículos seminovos e usados crescem 6,8% em Minas

Vendas de veículos seminovos e usados crescem 6,8% em Minas

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil (Arquivo)

Ano passado foi um período no qual a economia começou a dar sinais de recuperação e isso também foi sentido no mercado de carros seminovos e usados. Segundo dados da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), na comparação com 2016, houve um aumento de 6,5% nas vendas em 2017 no Brasil. Em Minas Gerais, os números são ainda melhores: alta de 6,8%.

De acordo com o presidente da Associação do Revendedores de Veículos de Minas Gerais (Assovemg) – entidade que representa a Fenauto no Estado -, Glênio Júnior, essa elevação se deve principalmente a três fatores: mercado de veículos novos aquecido, queda na taxa de juros e aumento do emprego formal. “Com mais pessoas comprando carros zero, o número de usados cresce, consequentemente, a oferta aumenta e os preços ficam mais atrativos”.

Modelos mais vendidos de carro

Ranking Modelo Dezembro 2017 Porcentagem sem juros
Gol 13.878 13,78
Uno 10.582 10,51
Palio 9.458 9,39
Siena 2.991 2,97
Fiesta 2.880 2,86
Corsa 2.859 2,84

Fonte: Fenauto / Denatran

Júnior acrescenta que existem vantagens de se adquirir um automóvel usado. “É possível comprar um seminovo com vários itens e complementos com o preço de um novo sem esses adicionais. Além disso, do ano de fabricação para o seguinte, um carro desvaloriza, em média, 20%”.

E foi justamente pensando nessas vantagens que a dentista Aline Martins optou por um usado. No começo deste ano, ela comprou um Fiesta do ano de 2014. “O carro zero desvaloriza muito rápido, pois a tabela Fipe está caindo muito. Já o usado, os juros estavam mais acessíveis e, pelo preço que paguei, não daria para comprar um novo completo”.


Tabela Fipe expressa preços médios de veículos no mercado nacional, servindo apenas como um parâmetro para negociações ou avaliações. Os preços efetivamente praticados variam em função da região, conservação, cor, acessórios ou qualquer outro fator que possa influenciar as condições de oferta e procura por um veículo específico.

Fonte: http://veiculos.fipe.org.br/


Cuidados na compra

Aline conta que antes de adquirir o carro o levou para uma revisão no mecânico. “É importante levar em alguém de confiança para se ter a certeza de que está investindo dinheiro em um automóvel bom”.

Além de levar a um profissional de confiança para fazer uma avaliação do veículo, Júnior também aconselha verificar a documentação. “Hoje, infelizmente, muita gente aplica golpes e, para não cair em um, se certifique que a documentação esteja em dia e a origem do veículo”.


Outras dicas:

1- Teste antes;

2- Fiquei de olho na quilometragem;

3- Certifique-se de que o carro não tenha sido batido ou que sofrido com alagamentos;

4- Pesquise a origem;

5- Analise o estado de conservação no geral;

6- E, acima de tudo, não tenha pressa em comprar. Pondere todas as ofertas e preços antes de fechar a compra.