Home > Colunas > Até que enfim

Até que enfim

Brasil em festa com a condenação de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) após a batalha jurídica/política/policial para que o país se visse livre desse estrupício que, ao longo de anos, se comportou como imperador do país sempre à base de mentiras, falcatruas, corrupção e escândalos financeiros em nome de um projeto criminoso de poder.

Dentro desse projeto nascido na Cuba de Fidel Castro, o Brasil até hoje ainda passa por agruras terríveis resultantes das façanhas desse farsante de voz roufenha com suas mentiras e tramóias que quase destruíram o Brasil.
Aliás, segundo o “comandante” Fidel, hoje certamente no inferno de Dante, nosso país passaria a ser a chamada “cereja” do bolo por meio da qual a sanha comunista dominaria toda a América Latina.

Assim, Lula passou a desempenhar o papel de ponta-de-lança do projeto que incluía a eliminação das classes sociais do país, para isso desenvolvendo a destruição de valores, uma corrupção como nunca antes, o domínio dos meios de comunicação, compra de votos descarada da classe baixa por meio do Bolsa Família, entre outras tramoias sempre com o objetivo claro de enganar o povão.

Além disso, Lula “impôs” ao país – e os brasileiros engoliram – a sucessora incompetente Dilma Rousseff (PT), reeleita por tramoia na apuração da máquina Smartmatic, mesmo depois de arrasar completamente a economia brasileira com sua prepotência e seu analfabetismo funcional incapaz de estruturar uma frase em seus discursos.
Mas é sempre bom lembrar: eles não cedem nem desistem. Se o povo brasileiro bobear, eles voltam. Por isso o país espera que os tribunais condenem essa tropa de fanáticos à cadeia, alimentando-os a pão e água, se possível.

Quantas amizades perdemos, dado o radicalismo que os fanáticos comunistas tentaram impor ao Brasil… Familiares não nos cumprimentavam, amigos se afastaram, enquanto a sanha petralha/comunista usava recursos vis para se prevalecer. Condenados passaram a ser os contra eles.

Após a decisão do TRF-4 para o Nove Dedos (cortou o próprio dedo mínimo da mão direita, sendo canhoto, para obter aposentadoria por invalidez), agora é seguir vigilantes pois, como o gato, eles têm sete vidas. Grande vitória graças aos procuradores de Curitiba e ao juiz Sérgio Moro que, na sua competência, fez a Lava Jato para desmontar a Orcrim e seus crimes iniciados com a quase destruição da Petrobras em nome do tal processo revolucionário. Foram muitos anos de desaforos com o Brasil e os brasileiros. Enfim, chegou hora de comemorar.

*Jornalista

Foto: André Dusek/Estadão