Home > Esportes > Quem vai parar Tom Brady?

Quem vai parar Tom Brady?

Crédito: Reprodução/Facebook

O Super Bowl LII está chegando e com ele a possibilidade de Tom Brady se concretizar – ainda mais – como o melhor jogador da história da liga de futebol americano. O quarterback, do New England Patriots, coleciona vários recordes na grande final, como o jogador de sua posição com mais aparições (7 vezes), maior número de passes lançados para touchdown (15), completados (207) e tentados (309). Ele possuim  o maior número de jardas aéreas (2.071), único quarterback a ser titular e vencer três Super Bowls antes de completar 28 anos, além de ser o jogador com mais títulos Vince Lombardi (5) – nome dado ao troféu.

O time de Foxborough chega ao jogo como o franco favorito para levantar mais um troféu, seja pelas peças que possui em seu elenco como pela forma como conquistou o título da Conferência Americana (AFC), após uma virada em cima do Jacksonville Jaguars, time que tinha uma das melhores defesas da história da NFL.

Ademais, os Patriots já mostraram que possuem sangue frio para enfrentar qualquer situação adversa e uma prova disso foi o Super Bowl do ano passado, quando a equipe conseguiu uma virada histórica em cima do Atlanta Falcons. Naquela ocasião, o time de Brady perdia de 9 a 28 até o final do terceiro quatro e conseguiu reverter o placar para 34 a 28, a maior reviravolta da pós-temporada.

Desentendimentos

No começo de janeiro, o jornalista Seth Wickersham, da ESPN Americana, publicou uma matéria na qual afirmava que o clima não estaria bom entre o dono dos Patriots, Robert Kraft, o técnico Bill Belichick e Tom Brady. Segundo a reportagem, os desentendimentos tiveram como protagonistas o preparador físico e sócio de Brady, Alex Guerreiro, e a ida do quarterback reserva da equipe, Jimmy Garoppolo, para o San Francisco 49ers.

A equipe nega que haja qualquer conflito nos vestiários e afirmou, em nota divulgada no site, que continua unida como nesses 18 anos de trabalho e conquistas.

Philadelphia Eagles

O oponente dos Patriots será o Philadelphia Eagles. Apesar de ser apontado como azarão para a conquista do Vince Lombardi, o time chega ao Super Bowl com a melhor campanha da Conferência Nacional (NFC), além de duas vitórias significativas na pós-temporada: a primeira em cima do Atlanta Falcons (15 a 10) e a outra contra o Minnesota Vikings (38 a 7), acabando com as expectativas do time de Minneapolis disputar a final em seus domínios.

O time de Philadelphia passou por um drama quando o seu quarterback titular e candidato ao prêmio de MVP (melhor jogador), Carson Wentz sofreu uma fratura e ficou de fora do restante da temporada. Muitos acreditaram que seria o fim do campeonato para a equipe, porém Nick Foles, quarterback reserva, mostrou que é capaz de conduzir a equipe para grandes vitórias, como foi o caso do triunfo em cima dos Vikings. Ele teve uma atuação de gala: 352 jardas, 3 touchdowns lançados e apenas 7 passes errados em 33 tentados.

Os Eagles voltam ao Super Bowl após 13 anos. A última vez que estiveram na final foi em 2005, quando perderam justamente para os Patriots, por 24 a 21.


“Acho que os Patriots vão conseguiu vencer. Os Eagles são uma grande equipe, uma boa defesa, mas pior do a Jaguars. Além disso, vai ter uma pressão grande, pois eles nunca venceram um Super Bowl. Os Patriots é mais time, Brady pode pontuar em qualquer situação e o grande diferencial é o Belichick. Esse técnico é um ET. Ele consegue se adaptar a qualquer jogo e fazer o jogador jogar”.

Guto Michel – publicitário e jogador do América Locomotiva.


“Os Patriots são favoritos, pois possui um elenco mais experiente e completo. Os Eagles perderam seu principal jogador (o quarterback Carson Wentz, que antes da lesão era candidato a MVP da temporada). Surpreendentemente, Nick Foles vai correspondendo bem, fazendo bons jogos e levando o time ao Super Bowl. Se ele manter as últimas atuações e o ataque conseguir pontuar bem, vamos ter um jogo interessante. Se não conseguirem produzir, deixando Tom Brady em campo por muito tempo, a tendência é os Patriots abrirem uma boa vantagem. Eu aposto em Patriots 31 x 17 Eagles”.

Leonardo Paiva – Analista de sistemas


“No Super Bowl, a minha torcida vai para o New England Patriots, apesar de achar o Philadelphia Eagles bastante competente. Assistir aos Patriots jogar é fazer parte da história desse esporte, porque estamos vendo o melhor jogador da NFL de todos os tempos, Tom Brady. Mas a equipe não se resume apenas ao quarterback. Ela é treinada há 17 anos pelo competente técnico Bill Belichick. Essa franquia supercampeã mostra em campo uma aplicação técnica e tática exemplar”.

Humberto Rodrigues – Gerente de escritório


“Vai ser um jogo muito bom. Há um favoritismo para os Patriots, mas Philadelphia é um dos times mais tradicionais, apesar de não ter nenhum Super Bowl. Eles vão tentar vencer New England e podem fazer isso, mesmo porque esse não é o melhor time dos Pats das últimas temporadas. Talvez os Eagles consigam levar a melhor, principalmente pela defesa que tem, e o Nick Foles, que está em estado de graça”.

Leandro Cabido – Coordenador de esportes da Rádio Super e produtor do blog First Down


Onde assistir o Super Bowl LII

O jogo será transmitido pela ESPN e quem quiser poderá assistir à final no cinema. Na capital mineira, a transmissão acontecerá nas salas dos shoppings Boulevard e BH. Os ingressos estão disponíveis no site ingresso.com.

Data: 03/02, domingo, às 21h30

Show do intervalo

A NFL promove um verdadeiro espetáculo no intervalo do Super Bowl. Para este ano, a festa ficará por conta de Justin Timberlake. Segundo o site da liga, essa será a terceira participação de Timberlake no evento, o que o torna o artista individual que mais participou do half time.