Home > Geral > Cerca de 60 professores são desligados do Centro Universitário Estácio de BH

Cerca de 60 professores são desligados do Centro Universitário Estácio de BH

Cerca de 60 professores foram desligados do Centro Universitário Estácio de Belo Horizonte nesta segunda-feira, 04. A notícia repentina foi compartilhada por vários mestres da instituição na rede social Facebook e, prontamente, gerou comoção entre os alunos.

Foi o caso da professora Vanessa Lacerda que, até então, dava aula para os cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda. Ela publicou um texto em seu perfil do Facebook. “Peço desculpas para os alunos por termos uma despedida assim, via redes sociais. Mas, não tivemos a oportunidade de fazer de outra forma. Peço perdão, principalmente, aos meus queridos que contavam com minha presença em sua banca de TCC e que, agora, não posso comparecer em função do desligamento”.

Ela termina agradecendo “Muito obrigada meus queridos! Vocês não têm ideia da gratidão por tê-los tido em minha vida. Me tornei uma professora melhor, mas, sem dúvida alguma, uma pessoa melhor”.

Nota de posicionamento:
A Estácio promoveu, ao fim do segundo semestre letivo de 2017, uma reorganização em sua base de docentes. O processo envolveu o desligamento de profissionais da área de ensino da instituição e o lançamento de um cadastro reserva de docentes para atender possíveis demandas nos próximos semestres, de acordo com as evoluções curriculares. A reorganização tem como objetivo manter a sustentabilidade da instituição e foi realizada dentro dos princípios do órgão regulatório. A Estácio segue comprometida com sua missão de Educar para Transformar, oferecendo educação de qualidade a seus alunos. (Centro Universitário Estácio de Belo Horizonte)

Alunos reagiram as publicações dos professores

Foto: Thiago Cardoso

Natália Macedo
Belo-horizontina, 22 anos. Graduanda em jornalismo pelo Centro Universitário Estácio de Sá, fez cursos de Consultoria de Imagem e Design de Moda. Há 3 anos criou um blog voltado para o público feminino. Interessada em assuntos relacionados à minoria, gosta de dar visibilidade as pequenas causas voltadas a inclusão e empoderamento destes nichos.