Home > Política > Ministro liberou recursos para obras em Juiz de Fora

Ministro liberou recursos para obras em Juiz de Fora

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, esteve em Juiz de Fora para assinar, junto com o prefeito Bruno Siqueira (PMDB), a liberação de um novo lote de obras de contenção de encostas. Cinco importantes bairros em áreas de risco serão beneficiados. O investimento é de cerca de R$ 5,7 milhões, com recursos provenientes de convênio entre a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) e o Ministério das Cidades, por meio da Caixa Econômica Federal. O ministro também visitou as obras de despoluição do Rio Paraibuna.

Araújo destaca a importância de fazer investimentos em obras de contenção para a prevenção de deslizamentos de terra. “Hoje vim autorizar mais R$ 5 milhões para esse projeto, algo que é importante devido a topografia do município. Juiz de Fora tem dado uma demonstração exitosa de um modelo de governança que faz bem a população de toda a região e ao país”.

Além das melhorias que vão iniciar, 15 áreas já foram contempladas nos últimos 4 anos, sendo o maior volume de reparos de contenção da história da cidade. “Essa parceria com o Ministério das Cidades está possibilitando ver obras concluídas em nossa administração. Já investimos R$ 20 milhões em desenvolvimentos de contenção e agora temos mais uma parcela de recursos liberados para novas obras que serão iniciadas em breve, para trazer mais segurança e tranquilidade para as pessoas que vivem em áreas de risco”, acrescenta Bruno Siqueira.

Durante o encontro, ministro, prefeito e diversas autoridades políticas, militares e civis, visitaram a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Granjas Bethel, parte integrante das melhorias de despoluição do Rio Paraibuna. A estação está em fase final de construção e prevê o tratamento de 70% do esgoto de Juiz de Fora e representa um investimento de R$ 25 milhões. A previsão é de começar a fase de testes operacionais até o final deste ano.

O projeto de despoluição do Rio Paraibuna iniciou em 2013 e prevê a implantação de 46 quilômetros de tubulações ao longo do rio e em cinco córregos, além de cinco estações elevatórias e duas novas ETEs. No total, estão sendo investidos R$ 140 milhões.

Para o ministro, os investimentos cuidam do futuro da população. “Geralmente, os municípios se concentram em pedir recursos para pavimentação e recapeamento, que são absolutamente fundamentais, mas são obras como essa que cuidam do futuro e da qualidade de vida das pessoas”. Ele também destaca que o ministério está com quase R$ 5 bilhões para custear benfeitorias de saneamento, pavimentação e mobilidade urbana em todo o país. “Os municípios estão enviando seus projetos e se habilitando, o que também pode ocorrer com Juiz de Fora”, finaliza.

Daniel Amaro
Formado em jornalismo, Daniel tem 25 anos e possui experiência em assessoria de comunicação voltado para produção de conteúdo para web. Ama escrever sobre política, cultura, economia e saúde. É apaixonado por jornalismo investigativo e estudar inglês. É perseverante e adora desafios. Seu hobby preferido é viajar.