Home > Aulas > Servas entrega doações a maior creche comunitária do Estado

Servas entrega doações a maior creche comunitária do Estado

No último dia 17, a primeira-dama e presidente do Servas, Carolina Pimentel, visitou a creche São Judas Tadeu, no Jardim Canadá, em Nova Lima. A instituição atende 670 crianças de 4 a 12 anos e é a maior creche comunitária do Estado. Contudo, o lugar, que possui 22 anos, não conta com nenhuma ajuda do poder público e, por isso, sobrevive de doações de pessoas físicas, jurídicas, amigos e parceiros.

Carolina expressou sua admiração pelo trabalho realizado na São Judas Tadeu. “Estou impressionada com a qualidade do atendimento às crianças. É a primeira vez que venho e, se Deus quiser, não será a última. Temos muitas intervenções para fazer que vão ajudar a creche, a comunidade e a cidade”.

Em nome do Servas, ela levou donativos para auxiliar a instituição. “Trouxemos uma tonelada de alimentos, produtos de higiene, lâmpadas para economia de energia e duas geladeiras. Isso faz parte do Caravana do Servas, na qual estamos visitando o Estado inteiro e uma série de instituições para fazer entregas”, explica.

O presidente da creche, Thiago Almeida, destacou que a parceria, que se inicia com o Servas é de suma importância. “Saber que o governo se preocupa com os trabalhos sociais e com os grupos mais carentes é muito bom. Nossa instituição sempre foi comunitária, as doações vêm de parceiros, amigos, pessoas físicas e empresas. Os recursos sempre foram, já que manter o funcionamento tem um gasto alto”.

Ele esclarece um pouco o andamento da instituição. “As crianças vêm de segunda a sexta, de 7h às 18h, durante o ano todo. As que estudam vão para a escola e depois ficam o restante do dia aqui. Todas elas são de famílias carentes e com a vulnerabilidade muito alta”.

Para o líder de Governo, Durval Ângelo (PT), a presença do Governo do Estado na creche, por meio de Carolina Pimentel, é um reconhecimento do trabalho de toda equipe. No entanto, ele faz uma crítica ao fato da creche não ser apoiada pela prefeitura. “Essa instituição é a maior do Estado, ela supera, inclusive, algumas instituições públicas. Os atuais dirigentes não se preocupam com a criança e o adolescente. É preciso entender que o trabalho comunitário não é partidário. Ele é feito para o bem de nossas crianças e, no mês delas, esperamos a sensibilidade da prefeitura municipal”.

[table “” not found /]