Home > Aulas > Quem sabe, sabe

Quem sabe, sabe

 Na foto: Luiz Gherardi e sua esposa Lele Marcellini na consagrada Feijoada do Maranhão no Minas Tênis Clube (Foto: Eloy Lana)

ÚNICA REPRESENTANTE DO TURISMO

Em decisão monocrática, o ministro Luiz Fux negou o seguimento da discussão da matéria interposta pela Confedaração Nacional do Comércio (CNC), no Supremo Tribunal Federal, mantendo a decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, segundo a qual a exclusividade da representação de toda a categoria econômica do Turismo em âmbito nacional cabe à Confederação Nacional do Turismo (CNTur).

A 14ª Vara do Trabalho do Distrito Federal, também decidiu que a partir do registro da CNTur, a CNC perdeu a legitimidade para representar o turismo, ficando apenas com a representação do comércio. A decisão também garante à CNTur a restituição de todo o montante da contribuição sindical, paga pelas empresas de turismo desde 2009 e que foi indevidamente recolhido pela Confederação Nacional do Comércio.

A disputa se arrastava na Justiça por meio de medidas protelatórias desde 2010.

IV SEMINÁRIO DE HOTELARIA & GASTRONOMIA

A Federação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de Minas Gerais (FHOREMG), Associação Brasileira de Agências de Viagens-Seção MG (Abav-MG) e o Sindicato de Hotéis, Restaurantes e Bares de Montes Claros (SHRBS) promoveram na sexta-feira, 1° de setembro, o 40º Workshop Movimento e Turismo e o 4º Seminário de Hotelaria e Gastronomia, no Hotel Dubai Suítes. O objetivo foi levar mais informação e conhecimento à entidade local, além de fazer uma análise do setor diante da atual situação econômica brasileira.

Os participantes tiveram palestras e workshop dos seguintes temas: “Direitos Autorais”; “Legislação Trabalhista” e “Os desafios da comunicação e o relacionamento com o cliente na era digital”.
Os anfitriões do seminário foram o presidente da FHOREMG, Paulo Cesar Marcondes Pedrosa; o presidente da ABAV/MG, José Maurício de Miranda Gomes; e o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes e Bares de Montes Claros, Tarcísio Edmar Figueiredo Rosa.
O SHRBS de Montes Claros abrange mais de 50 municípios, na região Norte de Minas. Na região onde o SHRBS atua são gerados mais de 50 mil empregos.

Presidente da rede de supermercados Super Nosso, Euler Nejm está certo de que a crise econômica passou e avança abrindo mais filiais (Foto: divulgação)

CANAL ABERTO

Crime hediondo. Os delitos ambientais que estão destruindo a natureza e a humanidade, como queimadas, corte de árvores poluição dos córregos e rios, deveriam ser enquadrados como crimes hediondos. A destruição da Mata Atlântica, de nascentes e cachoeiras é causada, principalmente, pelas mineradoras com o pó de minério que é jogado no ar, causando o efeito estufa e mudando o clima dessas regiões.

 Canal aberto

Queimadas em Minas. Todo ano, a imprensa divulga o crescimento das queimadas no Brasil. Aqui, em Minas Gerais, principalmente, na região metropolitana, a situação é gravíssima por causa do inverno mais rigoroso dos últimos 20 anos e falta de chuva, que já dura mais de 80 dias. Com certeza é a mais grave queimadas do últimos 20 anos.

Turismo é limpeza. Alguém precisa comunicar ao prefeito Alexandre Kalil (PHS) e ao secretário da pasta, que tem lugar no hipercentro que é um verdadeiro lixo, além da falta de segurança. Trata-se da Av. Olegário Maciel, Praça Raul Soares até a Rodoviária, mais precisamente a esquina com a Carijós, aonde se concentra depósito de lixo e ponto de mendigos. Vale ressaltar o bom trabalho que a SLU faz no centro. Turismo é limpeza.

Penetras em festas. Estão mais do que manjadas algumas pessoas que, diariamente, sem serem convidados e com tremenda cara de pau, frequentam festas, casamentos, reuniões de entidades de classe e congraçamentos. É preciso dar basta nisso. Os organizadores têm que passar a exigir os convites na entrada. E, o pior, eles ainda saem falando mal dos comes e bebes.