Home > Economia > Construção civil tem saldo positivo de 2.038 vagas de emprego no Estado

Construção civil tem saldo positivo de 2.038 vagas de emprego no Estado

O segmento da construção civil saiu na frente no ranking de empregabilidade do Estado. De acordo com um levantamento do Sebrae MG, baseado nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o setor foi o que mais gerou postos de trabalho entre as micro e pequenas empresas mineiras (MPE), em julho. O saldo total de empregos foi de 2.038 vagas, sendo que a principal atividade foi a de servente de obras, com 694 vagas.

De acordo com a pesquisa, o principal perfil contratado foi homens com ensino médio completo e/ou ensino superior incompleto. O salário foi, em média, R$1.259,87. No primeiro semestre – janeiro a julho – às MPE de Minas Gerais contabilizaram 59.856 empregos, saldo três vezes maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando foram geradas 17.175.

Você sabia?
O índice geral das atividades da Indústria da Construção de Minas Gerais também apresentou crescimento nos últimos meses. Em abril, o setor registrou 47,7 pontos, de acordo com dados da Sondagem da Indústria da Construção de Minas.

A analista da Unidade de Inteligência do Sebrae MG destaca que a retomada no setor pode ser importante para que a empregabilidade continue crescendo. “É inegável que houve uma melhora de alguns indicadores macroeconômicos nos últimos meses. Isso fez com que a inflação recuasse e aliviasse o custo das empresas”.

Bárbara ressalta que a baixa na inflação e o crescimento econômico aumentam a expectativa e confiança dos empresários. “Mesmo que de forma tímida, podemos observar que nem os empregadores e nem as pessoas estão pessimistas como no ano passado”.

Do outro lado
Na lanterna do ranking, está o setor agropecuário que teve o pior saldo registrado, sendo -2.631 vagas. As atividades desse segmento demitiram mais que contrataram. De acordo com a analista, o motivo é sazonal. “Ou seja, relacionadas às estações do ano e ao clima”.

Saldo

Área N° de vagas
Trabalhador de café -2.403
Trabalhador de volante da agricultura -522
Trabalhador agropecuário geral -461
Gerente administrativo -269
Vendedor do comércio varejista -134
Nat Macedo
Belo-horizontina, 22 anos. Graduanda em jornalismo pelo Centro Universitário Estácio de Sá, fez cursos de Consultoria de Imagem e Design de Moda. Há 3 anos criou um blog voltado para o público feminino. Interessada em assuntos relacionados à minoria, gosta de dar visibilidade as pequenas causas voltadas a inclusão e empoderamento destes nichos.