Home > Economia > Inverno mais frio aquece as vendas em BH

Inverno mais frio aquece as vendas em BH

Lojas fazem promoções para atrair clientes e acabar com estoque - Crédito: Divulgação

O frio intenso dos últimos dias fez com que os termômetros em Belo Horizonte marcassem 6,1º C. As baixas temperaturas podem ter desagradado boa parte da população, mas para os comerciantes, o momento foi de comemorar a alta nas vendas de itens de inverno. Em alguns estabelecimentos, o movimento mais que dobrou e chegou a 83%. Muitos lojistas aproveitam que a estação está quase chegando ao fim para promover liquidações e descontos acabando de vez com o estoque.

Esse crescimento nas vendas veio para reverter uma tendência negativa do último ano, quando o setor fechou em queda de 1,67% em julho e 1,93% em agosto. No acumulado de 12 meses, o comércio está negativo em 1,32%, segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH).

Na maioria das lojas, a busca é por jaquetas, blusas e calças de moletom. De acordo com Guilherme Duarte, gerente da loja Sette Bello, na Rua dos Tupinambás, as vendas aumentaram cerca de 83% em relação ao ano passado. “Teve uma procura grande, inclusive, foi acima da nossa expectativa e nós zeramos o estoque. Fizemos também uma liquidação, o que ajudou muito nas vendas, além do bom preço que tínhamos a oferecer”, diz.

Na Loja das Meias, na Avenida Paraná, o gerente Elson Araújo comemora as baixas temperaturas. Ele afirma que precisará repor o estoque. “Nosso diferencial aqui é o preço que é um dos mais baratos e variam entre R$ 2,50 e R$ 6”. Ele afirma que o movimento cresceu 6% nessa época na comparação com 2016.

A supervisora da loja Eskala, na Rua dos Caetés, conta que as vendas de inverno nesse ano foram mais rápidas do que esperavam e quase não há mais mercadoria. “As peças mais procuradas são as femininas para adulto como blusas com capuz e calças de moletom”. A loja fez bastante divulgação por meio das redes sociais.

A estudante Tatiana Martins não esperava o frio intenso da capital nos últimos dias. Ela diz que tem feito muita pesquisa de preço e que os descontos de alguns estabelecimentos valem muito a pena. “Mesmo estando no inverno, normalmente, os preços estão mais altos, mas já vi lojas oferecendo peças com até 50% de desconto. Comprei um casaco na promoção por R$ 39,90”.

A professora Glaucia Lopes afirma que tem aproveitado as liquidações. “As roupas de frio são um gasto necessário. De um ano para o outro os filhos crescem, a gente engorda ou emagrece. Então, não é sempre que é possível reaproveitar. A procura por agasalho tem sido grande e tem lojas tão cheias que você nem consegue entrar. Mas os preços estão bem em conta”. Glaucia comprou duas blusas para ela e um conjunto de moletom para o filho.

Daniel Amaro
Formado em jornalismo, Daniel tem 25 anos e possui experiência em assessoria de comunicação voltado para produção de conteúdo para web. Ama escrever sobre política, cultura, economia e saúde. É apaixonado por jornalismo investigativo e estudar inglês. É perseverante e adora desafios. Seu hobby preferido é viajar.