Home > Educação e cultura > Rainbow Fest e Miss Brasil Gay deve atrair 30 mil pessoas em Juiz de Fora

Rainbow Fest e Miss Brasil Gay deve atrair 30 mil pessoas em Juiz de Fora

Com um novo nome e com uma proposta reformulada, o Rainbow Fest Brasil 2017 acontecerá em Juiz de Fora nos dias 18, 19 e 20 de agosto e vai movimentar a cidade durante a semana de realização, impulsionando o turismo e fortalecendo a economia da região. As atrações estarão concentradas na Praça Antônio Carlos e no Calçadão da Rua Halfeld.

E como acontece, tradicionalmente, o Rainbow Fest elege uma rainha. Esse ano, Duda Flux foi a escolhida e recebeu a coroa e a faixa das mãos de Chris dos Brilhos, que foi a última rainha da Parada LGBT. “Ela sintetiza essa nova roupagem que a gente quer trazer para o evento de ser referência na cultura gay”, afirma Marco Trajano, presidente do Movimento Gay de Minas (MGM).

Ele explica que a festa deste ano vai trabalhar com uma série de atividades. “Haverá, exposições, gastronomia com espaço gourmet, show de drags e música ao vivo, mercado alternativo de moda, desfile, música, performances e DJs”.
Entre outras atrações, Trajano destaca o concurso da drag queen mais bonita e bem produzida, que acontece no Calçadão da Rua Halfeld, das 10h às 15h. “É um evento dentro da programação, onde os populares escolhem quem consideram a melhor. Além disso, diversos grupos gays também farão performances e os DJs vão animar o público”.

Uma das novidades é que o evento vai promover pela primeira vez uma Cãominhada da Diversidade. “A parada gay de São Paulo é um sucesso, por que não trazer essa ideia para Juiz de Fora? Mas, além da caminhada, queremos fazer uma feira de adoção com os cães que estão em situação de abandono no Canil Municipal”, destaca.

Fortalecendo a economia
Com a reformulação do Rainbow Fest, Trajano diz que suas expectativas são as melhores possíveis. “Nós estamos dando outra roupagem ao evento e a nossa expectativa é de atingir nos 3 dias, mais de 30 mil pessoas. Queremos focar, principalmente, na questão do turismo e, com isso, movimentar a economia da cidade e fazer um lugar mais colorido, ainda mais com a volta do Miss Brasil Gay, que contribui para solidificar o Rainbow Fest e firmá-lo como um dos maiores do país”.

Segundo Trajano, o evento é importante para Juiz de Fora e região por duas razões. “Primeiro por essa questão da cultura e visibilidade LGBT. O segundo ponto é que ajuda na economia da cidade, ou seja, o Rainbow Fest é um produto turístico que injeta durante a semana de realização cerca de R$ 11 milhões entre rede hoteleira, comércio, restaurantes, vestuário e transporte, segundo pesquisa da faculdade de turismo da UFJF”, finaliza.

Miss Brasil Gay

Em meio as atividades do Rainbow Fest e depois de uma lacuna de 4 anos, o maior concurso de beleza gay do país volta a ser realizado em Juiz de Fora. O evento teve sua última edição em agosto de 2013, no Cine-Theatro Central, quando elegeu a representante do Espírito Santo, Sheila Veríssimo. A 37ª edição do Miss Brasil Gay terá como tema “Masculino e Feminino, a arte do transformismo” e será realizada no dia 19 de agosto, a partir das 20h, no Terrazzo Centro de Eventos. O concurso gay tem o objetivo de eleger o mais belo transformista e vai contar com a participação de representantes de todos os Estados do Brasil.

Daniel Amaro
Formado em jornalismo, Daniel tem 25 anos e possui experiência em assessoria de comunicação voltado para produção de conteúdo para web. Ama escrever sobre política, cultura, economia e saúde. É apaixonado por jornalismo investigativo e estudar inglês. É perseverante e adora desafios. Seu hobby preferido é viajar.