Home > Destaques > Hanson comemora 25 anos de carreira com shows no Brasil

Hanson comemora 25 anos de carreira com shows no Brasil

Backstreet Boys, N’SYNC, Menudo, One Direction, Jonas Brothers. Sabe o que esses nomes têm em comum? Todos são de bandas conhecidas como boy bands e que fizeram – ou ainda fazem – um enorme sucesso. Um exemplo disso é o trio de irmãos Hanson. Eles iniciaram carreira em 1992 tocando músicas clássicas do Rock’n’Roll e Soul. Mas foi em 1997, com o hit “MMMBop”, que a banda emplacou em diversos países, sendo conhecida, inclusive, como uma das principais do mundo.

Este ano, o trio completa 25 anos de banda e 20 do lançamento do disco de estreia: Middle of Nowhere. Para comemorar, eles decidiram fazer a turnê “Middle Of Everywhere 25th Anniversary World Tour” e o Brasil é um dos destinos. Os irmãos farão shows no Rio de Janeiro, no dia 24/08, 25/08 em Belo Horizonte e 26/08 em São Paulo.

Além dos espetáculos, o trio irá lançar uma coleção chamada Middle Of Everywhere – The Greatest Hits, que vai contar com faixas que foram sucessos em seus seis discos lançados. Os irmãos já venderam mais de 16 milhões de cópias por todo o mundo. “Tocar juntos por todo esse tempo é um marco que temos que reconhecer”, aponta o tecladista Taylor Hanson.

Os fãs brasileiros estão bastante animados. Um exemplo é Fabiana, uma das responsáveis pelo Portal Hanson Brasil, que existe há 9 anos. “Eu e mais duas pessoas tivemos a ideia de criar o portal para divulgar a banda aqui. Tentamos juntar todos os fãs perdidos para trocar figurinhas referentes aos Hanson. A maioria cresceu junto com eles e tem a mesma idade. Isso dá a impressão de que a banda conversa com a gente a todo o momento”.

Fabiana acrescenta que todos os fãs estão aguardando, ansiosamente, pelos shows, principalmente, para ouvir aquelas canções clássicas. “Pelo que tenho visto na página, Madeline, Save Me e I Will Come To You são as mais esperadas”.

De onde vem o sucesso?
Para o músico profissional e professor da Melody Maker Escola de Música, Flávio Emanuel, os Hanson, assim como todas as boy bands americanas, fizeram sucesso porque são muito bem aceitos e promovidos pela mídia. “Eles tem uma máquina a favor deles: televisão, seriados em que aparecem, filmes. Uma outra questão é o fato de terem começado quando criança. A infância é o momento certo para moldar o cantor, pois seu corpo está em um processo de formação. Depois de adultos, todos podemos conhecer as técnicas e se afinar, mas fica mais difícil”, explica.

Contudo, a tendência das boy bands parece não vingar no Brasil. “Por aqui o cenário alguns anos vem sendo dominado pelo sertanejo, que é em sua maioria trabalhado por duplas, além do funk. Os grupos não são uma tradição brasileira. No começo dos anos 1990, nos EUA, enquanto as mulheres ficavam cuidando da casa, os homens se encontravam na barbearias e tinham o hábito de cantar em grupo”.

Ele acrescenta que esse hábito deu origem a técnica de canto Barbeer Shop. “Desses momentos saíram várias boy bands, como os The Blenders, por exemplo. Eles formavam trios, quartetos e até quintetos, formatos que são típicos dos americanos. Lá fora, há um investimento muito grande nesse sentido”.

Natália Macedo
Belo-horizontina, 22 anos. Graduanda em jornalismo pelo Centro Universitário Estácio de Sá, fez cursos de Consultoria de Imagem e Design de Moda. Há 3 anos criou um blog voltado para o público feminino. Interessada em assuntos relacionados à minoria, gosta de dar visibilidade as pequenas causas voltadas a inclusão e empoderamento destes nichos.