Home > Paulo Passsos > QUEM SABE, SABE

QUEM SABE, SABE

ESCÂNDALO TUCANO

O Tribunal Regional Federal de Brasília julgou improcedente uma ação do Ministério Público cobrando dos antigos donos do Banco FonteCindam uma indenização de R$ 500 milhões. Para quem não se lembra, o banco foi arrastado num dos maiores escândalos do Governo Fernando Henrique Cardoso, em 1999, quando o governo tucano resolveu a desvalorização do Real. Já o Banco Marka, de Salvatore Cacciola, foi condenado a pagar multa de R$ 1,05 bilhão.

SÃO MUITOS OS BATISTAS

Em novembro de 2015, o empresário Eike Batista, ao prestar depoimento na CPI do BNDES, disse aos deputados: “Vocês estão querendo pegar o Batista errado”. Se referia aos irmãos Joesley e Wesley Batista.

MALDIÇÃO DA REPÚBLICA

É como disse o ministro Luís Roberto Barroso no voto que condenou Paulo Maluf por lavagem de dinheiro: o desvio rotineiro de capital público, para fins eleitorais ou para o bolso, tornou-se uma maldição da República, que nos mantêm atrasados e distantes do nosso destino histórico.

CANAL ABERTO

Craques estrangeiros. A Federação Chinesa de Futebol vai implementar novas restrições aos clubes, com o objetivo de limitar os valores astronômicos investidos em contratações de jogadores estrangeiros. As novas regras começaram a valer a partir de 19 de junho. Os times com déficit que realizarem uma transferência terão que dedicar um valor equivalente para um fundo governamental, destinado a formação de novos atletas chineses e promoção do futebol do país. Na temporada do ano que vem, os clubes vão ter que escalar o mesmo número de jogadores estrangeiros e chineses sub-23 a cada partida. As restrições são para que os times não busquem “resultados a curto prazo, competir de maneira cega, comprar jogadores por valores altos e comandar ações que aumentem os preços”, indicou a federação.

Silvio Santos não vem aí. Convidado pela prefeitura para apresentar, no Rio, a exposição Silvio Santos vem aí, o apresentador e dono do SBT agradeceu a lembrança, o carinho e se disse lisonjeado com o convite, mas declinou. Silvio disse que não tem interesse em levar a mostra para outros Estados. A exposição, com imagens e histórias de sua carreira, foi vista por mais de 75 mil pessoas no Museu da Imagem do Som, em São Paulo. No Rio, ela já tinha até lugar certo: ficaria em cartaz na Cidade das Artes.

Flip de todas as cores. Quem participará da próxima Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), de 26 a 30 de julho, é o poeta e ensaísta mineiro Edimilson de Almeida Pereira. A festa literária de 2017 será bem diferente da edição do ano que passou. Este ano, o próprio homenageado é um escritor negro, marginalizado e rebelde: Lima Barreto (1881-1922).

Conflito de interesse. A OAB deve intimar o advogado Marcelo Miller. Ele está no centro de uma polêmica por ter deixado, em março, a Procuradoria-Geral da República, onde fazia parte da Lava Jato, para trabalhar no escritório Trench, Rossi e Watanabe, que atuou no acordo de delação da JBS, de Joesley Batista.

Expulsos do templo. O ex-chanceler alemão Helmut Kohl, que morreu semana passada aos 87 anos, visitou Blumenau (SC) em setembro de 1991, menos de um ano depois da reunificação alemã, da qual ele foi líder. Ele conversou por horas com imigrantes alemães de Santa Catarina e pediu que escrevessem ao presidente George Bush pai, apoiando a reunificação alemã. Kohl, veja só, desconfiava de que os americanos, assim como alguns europeus, preferiam manter o ‘status quo’ anterior à queda do muro de Berlim. Outro momento curioso da visita foi quando Kohl, de família católica, entrou em uma igreja. Ao ver um grupo de jornalistas dentro do templo tirando fotos, o grandalhão expulsou os repórteres aos gritos, exigindo respeito ao lugar.

Desprestígio brasileiro. A Casa Branca anunciou que o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, fará uma viagem pela América do Sul e pelo Panamá, em agosto. Passará pela Colômbia, Chile e Argentina. Nada de Brasil.