Home > Educação e Cultura > Aos 12 anos, Millena almeja carreira musical de sucesso

Aos 12 anos, Millena almeja carreira musical de sucesso

No mundo da música, a frase “uma mão lava a outra” é bem representada. Prova disso é que inúmeras parcerias são realizadas a todo o momento. Além do mais, mesmo que uma pessoa cante sozinha, ela precisa de alguém para tocar, gravar, auxiliar e, até mesmo, compor a canção. É o caso da jovem mineira Millena, que tem apenas 12 anos e uma carreira promissora. A garota atribui as suas parcerias, boa parte do sucesso de sua carreira. Ela já fez inclusive duetos com a atriz e cantora Úrsula Corona e com o cantor Rubens Daniel.

Carmo Antunes, empresário e pai da menina, conta que sempre notou um gosto musical nela. “Ela cantarolava e resmungava ritmos mesmo antes de aprender a falar. Em nossa família existem outros músicos, então nós procuramos escolas que ensinavam música para bebês. Aos 6 meses ela começou a fazer aulas. Por ter iniciado tão cedo, ela passou para musicalidade e, hoje, faz técnica vocal”.

Antunes acrescenta que a carreira da filha vai se desenvolvendo de acordo com o que a própria garota quer. “Fazemos tudo no ritmo dela, temos que respeitá-la. Millena escolhe as músicas que gosta para cantar, e onde quer se apresentar. Ela tem muito autonomia para isso. Nós buscamos fazer pockets shows, que tem um formato menor para ela não se cansar muito”.

Base
O apoio da família foi fundamental para que Millena continuasse sua carreira. Hoje, mesmo com a pouca idade, ela já gravou um CD e trabalha em seu segundo álbum, que vai se chamar Paradise. “É um disco que mistura músicas brasileiras e internacionais, voltado para o público adolescente. Estou me divertindo muito com esse trabalho”.
A cantora diz que essa é sua grande paixão. “A música me dá uma sensação de alegria muito grande, ela vem do meu coração. Espero continuar cantando por toda a minha vida, mesmo que seja só por hobbie, mas, não me imagino fazendo outra coisa”.

Millena conta que não tem dificuldades em conciliar carreira e escola. “Eu consigo fazer os dois sem problemas, além disso meus amigos de colégio me apoiam, escutam as minhas músicas e isso é muito importante para mim”, conclui.