Home > Acir Antão > Acir Antão

Acir Antão

PRAÇA DE GUERRA – Ninguém imaginava que a Esplanada dos Ministérios em Brasília pudesse um dia se transformar numa praça de guerra, como na quarta-feira passada. Tudo isso porque os chamados segmentos sociais marcaram uma manifestação para a capital da república, para pregar a deposição do presidente Temer e, também, protestar contra as reformas que estão no Congresso. O que se viu não foi manifestação e, sim, um bando de desordeiros que queria colocar fogo nos prédios dos ministérios. O Ministério da Agricultura foi invadido por integrantes do MST e tudo leva crer que eles colocaram fogo lá.  Manifestantes usando máscaras enfrentaram a polícia e iniciaram uma quebradeira nunca vista na capital da república. Os Black Bloc apareceram por lá e deram o tom da manifestação, que deveria ser uma ação pacífica de um grande número de pessoas que em conjunto pediria um “Fora Temer” nunca vista. Não foi o que aconteceu.

TEMER POR UM FIO – Até o momento em que eu redigia essas notas, o Congresso em meio ao tumulto de quarta-feira, já discutia uma saída honrosa para Temer (PMDB), que perdeu a governabilidade. As gravações de Joesley Batista, embora possam ser consideradas ilegais, na verdade mostrou a fraqueza de um presidente que se reuniu as escuras em sua casa com um investigado e caiu na rede como um peixe, pois na mais pura inocência, foi um joguete nas mãos de um empresário malandro, que se enriqueceu por meio de empréstimos legais, mas imorais, que levam a um prejuízo acima de R$ 10 bilhões para o BNDES. Joesley pode ter conseguido uma delação mais que premiada, quando colocou na mesa as negociatas feitas no seio da república, mas cometeu um crime ao comprar um bilhão de dólares, sabendo que sua delação deflagraria uma desorganização cambial, lucrando milhões de dólares, o que já vem sendo investigado pela comissão de valores mobiliários. Por causa disso, a chamada “base aliada” do presidente já estuda um modo mais tranquilo de sua sucessão e, neste momento, pode estar sendo negociada uma saída mais constitucional como, por exemplo, a cassação da chapa Dilma/Temer, o que evitaria uma renúncia do atual presidente. Nas últimas horas apareceram nomes que podem unir o congresso como de Nelson Jobim – que já foi Ministro da Justiça de Fernando Henrique Cardoso, do Supremo Tribunal Federal e foi Ministro do Governo de Lula (PT).  Portanto com apoios de todos os lados para poder levar até o final do próximo ano, o mandato que seria de Dilma Rousseff e pudesse assim, promover as reformas que estão no congresso, mantendo naturalmente a atual esquipe econômica.

FIM DE AÉCIO – Antes mesmo da hecatombe que recaiu sobre o senador por Minas Gerais, já se falava que ele não disputaria a reeleição do Senado pelo nosso Estado e já ensaiava uma candidatura de deputado Federal para  não ficar sem mandato. A verdade é que Aécio Neves, foi bem avaliado governador de Minas, praticamente abandonou a política do interior, não andando por minas e preferindo ir para o Rio de Janeiro, chegando a Belo Horizonte na terça à tarde e voltando ao Rio na quinta à tarde. Raramente passava um final de semana em Minas e não tinha o gosto pelo interior, deixando com o seu vice, Antonio Anastasia a responsabilidade de representá-lo em cerimônias e visitas. No Carnaval, Aécio era visto em Recife assistindo ao Bloco “Galo da Madrugada” ao lado de artistas famosos e do governador daquele Estado. O mesmo acontecia em Salvador, onde em companhia de Ivete Sangalo, Gilberto Gil e outros, assistia aos blocos daquela cidade. Também era visto sempre no Sambódromo do Rio em camarotes de famosos, esquecendo-se do Carnaval de Diamantina, Ouro Preto, São João del-Rei e Sabará. Perdeu os votos dos mineiros na eleição presidencial e foi derrotado por Dilma (PT), que apesar de mineira e belo-horizontina, nunca se orgulhou disso. Agora, com os últimos acontecimentos, dificilmente Aécio Neves da Cunha, vai poder honrar sua base política de dois avôs que fizeram política com P maiúsculo: Tristão da Cunha e Tancredo Neves.

DA COCHEIRA

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte – SetraBH – entregou no dia 25, 6.480 livros recebidos na campanha “O Livro Acolhe, Abriga e Ensina” para 14 instituições e entidades de Belo Horizonte.

A Fiemg comemorou, semana passada, o Dia da Indústria 2017. Na ocasião, o presidente do Conselho de Administração da MRV Engenharia e Participações S/A, Rubens Menin Teixeira de Souza, foi condecorado como Industrial do Ano 2017. Outros 14 empresários receberam a Medalha do Mérito Industrial. Já o vice-presidente da Fiemg, Aguinaldo Diniz Filho, recebeu a Comenda do Mérito Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Daniel Nepomuceno, dublê de presidente do Atlético e secretário municipal, vai disputar a reeleição no Galo. Segundo os mais chegados, ele tem muito mais afinidades com as coisas do Atlético, do que com os pepinos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, do qual é titular.

O vereador Catatau, que anda posando com faixa de Presidente da República nas redes sociais, conseguiu salvar o Grêmio de perder seu campo de futebol na rua Gorutuba. Outro Vereador, Wellington Magalhães (PTN) tentou ficar com a Praça de Esportes. Catatau virou Deus na região.

A Master Turismo, comandada por Fernando Dias, tem camarote no show do U2 em São Paulo, nos dias 19 e 22 de outubro, mas continua atendendo mal quem procura o balcão da agência.

Dinis Pinheiro (PP) aproveita a crise política no Brasil e viaja por Minas, se colocando como candidato ao posto de governador. Agora, não tem o fantasma de Aécio para atrapalhar sua caminhada.

Domingo, dia 28 de maio

Daniela Gauzzi Carneiro Nogueira

Jorge Cadar

Ex-ministro Paulo Paiva

Padre João Emídio

Segunda-feira, 29

Onilda Maria de Figueiredo Matos

Jacqueline Nunes – Rádio Itatiaia

Camila Gonçalves Capanema

Terça-feira, 30

Jornalista Acilio Lara Resende

José Félix Altair – Nova Lima

Deputado Sargento Rodrigues

Quarta-feira, 31

Ex-deputado Silo Costa

Roberto Maluf

Ana Cristina Novato – Rádio Itatiaia

Lucas Teles

Regina Duarte – Assembleia Legislativa

Quinta-feira, dia 1º de junho

Carlos Murta

Jornalista Jorge Faria

Antônio Araújo Dolabela

Sexta-feira, 02

Dr. Claudio Barbosa

Maria Diniz Turani

Jornalista José Antônio de Almeida

Sábado, 03

Carlos Rubens Doné – diretor de Mercado da Rádio Itatiaia

Dr. Carlos Eloy Carvalho Guimarães

A todos os nossos parabéns