Home > Colunas > O inferno é aqui!!!

O inferno é aqui!!!

No Senado romano, nos anos 60 antes de Cristo, entrou para a história o confronto verbal entre o cônsul Cícero e o senador Catilina que tentava um golpe para derrubar a República por meio de mentiras e absurdos. Do confronto ficou, para a história, o desabafo de Cícero: “Quosque tandem, Catilina, abutere patientia nostra”. Traduzindo para o momento atual, a expressão histórica cabe como uma luva para os que, entre eles, Luiz Inácio da Silva, insistem em tapar a triste realidade em que deixaram nosso pais. Até quando continuarão a torrar nossa paciência?

No caso, a tradução de “nossa paciência” poderia ser substituída por algo bem grosseiro, condizente com o espetáculo de seguidas mentiras, incluindo a vergonhosa manifestação em 28 de abril que não passou de atitude criminosa para impedir às pessoas o direito de ir e vir.

Cenas deprimentes expuseram a arrogância dos que se julgam donos da verdade sendo, eles sim, os donos da mentira para impingir ao país uma ideologia irresponsável por meio da corrupção e de fantasias. Agrediram cidadãos na base do porrete, tacaram fogo em barreiras para impedir a livre circulação de veículos e loucuras próprias de pessoas sectárias e irresponsáveis, procurando, assim, o confronto. Mais farão quando Luiz Inácio for ao encontro com o juiz Sérgio Moro, em Curitiba. Fanáticos, falam em democracia quando procuram assassiná-la.

Como não cedem nem desistem dessa cruzada reveladora da psicopatia de que são dominados, o país ainda terá de conviver por um bom tempo com a Organização Criminosa obcecada para impor uma ditadura comunista. Fazem isso diante de todas revelações reunidas sobre as falcatruas e delitos gerais cometidos em nome da “causa”. Não falam da quebradeira em que deixaram o Brasil, nem das atrocidades que cometem ao longo de décadas.

É a teoria do quanto pior, melhor, com a falência e fechamento de empresas e milhões de desempregados, além de distúrbios constantes nas ruas, tudo como forma de gerar a ação das Forças Armadas e a consumação da bagunça geral por todos os cantos do país.

É bom ficar atento à sequência de ações programadas pelo comando petista. A tática é antiga e o Brasil passou a ser alvo prioritário dela.

É esperar para ver o que acontecerá quando Luiz Inácio for se encontrar com o juiz Sérgio Moro.
São sanguinários como Stalin e Fidel Castro que, lá no inferno, esfregam as mãos na expectativa de uma tragédia.