Home > Acir Antão > Coluna – Acir Antão

Coluna – Acir Antão

FUTURO PROMISSOR

O deputado federal Newton Cardoso Jr., (PMDB), filho do ex-governador Newton Cardoso e da ex-deputada Maria Lúcia, revela as vantagens e desvantagens de nascer em uma família com políticos importantes e admite que sofreu bullying. O deputado comenta como se sentiu em relação à exposição da separação dos pais e diz que mudaria se pudesse voltar no tempo. Ele reclamou, em entrevista a apresentadora Rosália Dayrell, do tratamento que Minas recebe do presidente Temer (PMDB), pois não indicou um nome mineiro para seu ministério. Newton Jr. também fala sobre a possibilidade de assumir a presidência do partido no Estado.

NOSSO 21 DE ABRIL – Minas vem perdendo chances com a nossa data cívica maior. Passado o período do Governo Militar, quando a cerimônia do dia 21 de abril era em Ouro Preto, cercada de muitos militares fortemente armados em torno da Praça 21 de Abril e sempre havia no palco um representante governamental, normalmente ministros. Esse período, de uma maneira ou outra, devolvia a gentileza do convite, sempre anunciando algum benefício para o nosso Estado. Passaram pela minha memória, o primeiro 21 de abril de Tancredo Neves como governador de Minas, em 1983, quando estiveram reunidos políticos de todo o país, convidados para proclamar uma nova Inconfidência Mineira, com a campanha das Diretas Já, e, logo depois, a escolha de Tancredo como a grande estrela que brilhou pelo fim do período militar no Brasil. Hoje, assistimos Minas um pouco acuada, com todos seus principais políticos envolvidos com ilícitos eleitorais e um 21 de abril apagado. O que reflete, na verdade, a falta de prestígio político de nosso Estado, que pela primeira vez em sua história, fica sem ministro no governo da República, enquanto Pernambuco possui cinco ministérios. Tivemos alguma reação com Fabinho Liderança (PMDB-MG), que foi reclamar ao presidente Temer e ficou nisso.

HONESTIDADE – Fui testemunha de uma conversa, há alguns anos, entre o governador Francelino Pereira e o empresário Walduck Wanderley, naquela época todo poderoso empreiteiro de Minas. Francelino estava na cidade de Januária, entregando um paredão que mandou construir para evitar que, durante o período chuvoso, as águas do Rio São Francisco pudessem alagar a cidade. Naquela época ainda não havia a ponte construída sobre o São Francisco e a travessia de ônibus, caminhões, automóveis e do povo era feita de balsa. Walduck chegou no governador e disse: “Se o Sr. me autorizar pode anunciar o início das obras da ponte sobre o rio, começo amanhã”. “E o dinheiro?”, perguntou o governador. O empresário disse: “Pode deixar por minha conta que vou a Brasília e arranco o dinheiro”. Francelino olhou pra ele, deu uma gargalhada e respondeu: “Walduck, muito obrigado. Para fazer qualquer obra no Estado, o dinheiro tem que sair do meu orçamento e o financiamento do Governo Federal tem que vir por meio de convênio”. A conversa encerrou-se ali.

MAURO MACHADO – Nesta semana, na quinta-feira, vai aniversariar um grande empresário da cidade de Contagem. Falo da figura de Mauro Machado, funcionário exemplar durante anos da Fábrica de Cimento Itaú e, mais tarde, empreendedor da cidade, instalando a primeira fábrica de artefatos de cimento. A ARTEC é pioneira na fabricação de Manilhas, tubos, tampas de esgoto, blocos, bueiros e lajes pré-fabricadas à base de cimento. Mauro se encontra um pouco afastado de suas funções na empresa devido a idade avançada, mas não perdeu sua capacidade de pensar e agir como empresário. Fica aí o nosso registro.

DELAÇÃO DA ODEBRECHT – Como prevíamos, a delação premiada dessa empresa causou um furor dos diabos em todos os setores políticos e administrativos da República. O presidente Temer está acuado, como se estivesse assistindo uma batalha em frente a sua casa, sabendo que os tiros de canhão vão chegar a sua cozinha. No entanto, é bom colocar a barba de molho. Esta é apenas uma das outras delações que virão por aí, como da Andrade Gutierrez, Mendes Junior e Delta.

DA COCHEIRA

Um cidadão outro dia comentava que ele estava como Sócrates com uma lanterna na mão, a procura de um político honesto. Vai ser difícil encontrar.

A delação da Odebrecht chegou também à Câmara Municipal. As investigações vão chegar naqueles que se enriqueceram e não tem renda para comprovar.

A situação ficou tão grave, que a própria Odebrecht desconfia que seus funcionários, na hora de entregar o dinheiro aos políticos do país, tiraram suas comissões. Muitos deles têm patrimônio incompatível com a renda.

Montes Claros, cidade polo do Norte de Minas e com quase 400 mil habitantes, segundo o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi escolhida pela comissão organizadora do Concurso Comida di Buteco 2017 para ser piloto e testar o aplicativo que permite a votação por parte do público por meio do celular.

ANIVERSÁRIOS

Domingo, dia 23 de Abril

120 Anos de Pixinguinha

Coronel Felisberto Egg

Vera Lúcia Pinheiro

Marilene Chaves – mulher de Serafim Jardim

Ex-deputado Ronaldo Vasconcelos

Segunda-feira, 24

Jean Lucas

Verlaine Teodoro

Patrícia Bretas Pereira

Terça-feira, 25

Engenheiro Darío Rutiê Duarte

Jornalista Roberto Mendonça

Raquel Borinmôto

Quarta-feira, 26

Dom Walmor Oliveira de Azevedo – arcebispo de BH

Alcí Lucas Gomes – Contagem

Mahmud Rachid Awar – Lagoa Santa

Quinta-feira, 27

Emanuel Carneiro – diretor presidente da Rádio Itatiaia

Ex-deputado Paulo Ferraz

Jornalista Carlos Lindenberg – Rádio Itatiaia

Tia Dulce Maria

Jornalista Márcia Barroso

Empresário Mauro Machado – Contagem

Sexta-feira, 28

César Masci – ex-presidente do Cruzeiro

Lucio Bemquerer

Vereadora Elaine Matozinhos

Empresário Newton Loubeck

Sábado, dia 29

Senhora Zilda Couto

Ex-deputado Fábio Avelar.

Mauri Torres – conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

A todos, os nossos parabéns!