Home > Colunas > Coluna – Paulo Pedrosa

Coluna – Paulo Pedrosa

Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu, em Brasília, o prefeito de Contagem, Alex de Freitas (PSDB)

Alex de Freitas em Brasília

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu, em Brasília, o prefeito de Contagem, Alex de Freitas (PSDB), para o encontro entre com o ministro das Cidades, Bruno Araújo. Essa foi a oportunidade que Alex teve para apresentar alguns projetos na área de habitação e mobilidade do município ao ministro.

CORECON-MG

 

O economista Paulo Roberto Paixão Bretas foi empossado no dia 10 de março, como novo presidente do Conselho Regional de Economia de Minas Gerais (Corecon-MG), ao lado do vice-presidente eleito, economista Adriano Miglio Porto. A nova diretoria estará à frente da entidade no ano de 2017.

A VEZ DE PICCIANI

Jonas Lopes, ex-presidente do TCE, e o seu filho, Jonas Neto, estão em pleno processo de delação premiada. O troféu maior que entregam, com riqueza de detalhes, é o poderoso chefão do PMDB fluminense, Jorge Picciani. Além, é claro, de todos os seus colegas de TCE, com uma solitária exceção. Coluna Lauro Jardim – O Globo
SOB PRESSÃO

Tachada de mal do século, a depressão é responsável por retirar do mercado de trabalho milhares de profissionais todos os anos. No ano passado, 75,3 mil trabalhadores foram afastados em razão do mal, com direito a recebimento de auxílio-doença em casos episódicos ou recorrentes. Eles representaram 37,8% de todas as licenças em 2016 motivadas por transtornos mentais e comportamentais, quem incluem não só a depressão, como estresse, ansiedade, transtornos bipolares, esquizofrenia e transtornos mentais relacionados ao consumo de álcool e cocaína. No ano passado, mais de 199 mil pessoas se ausentaram do mercado e receberam benefícios relacionados a estas enfermidades, o que supera o total registrado em 2015, de 170,8 mil.
CANAL ABERTO

Heineken compra Schin e Devassa. Depois de acumular perdas de R$ 584 milhões nos últimos dois anos, a Brasil Kirin, subsidiária do grupo japonês Kirin e dona das marcas de cerveja Schin, Eisenbahn, Baden Baden e Devassa, anunciou a venda de suas operações para a holandesa Heineken. A transação envolveu R$ 3,38 bilhões. Desse montante, R$ 664 milhões foram efetivamente desembolsados. A diferença será usada para pagar dívidas.

Ligações para celular estão mais baratas. As chamadas locais e interurbanas de telefones fixos para móveis ficaram mais baratas a partir do sábado de carnaval. A redução das ligações locais vai variar entre 16,49% e 19,25%, enquanto nas chamadas interurbanas a queda será de 7,05% a 12,01%. A principal redução será para os clientes da Oi, de 19,25%. A menor será para clientes da Algar Telecom Sercomtel, de 16,49%. Para as chamadas interurbanas, a queda nos valores vai variar de 7,05% a 12,01%.

Prédios de alto padrão. O percentual de salas comerciais de alto padrão para locação que estão vazias no Rio de Janeiro atingiu o seu mais alto patamar histórico em dezembro, 37,6%, de acordo com uma pesquisa inédita da consultoria Cushman & Wakefield. O resultado é conseqüência da recessão, somada ao grande volume de prédios que ficaram prontos em 2016, um total de 215 mil metros quadrados.

Patrocinando o EI. O jornalão “The Times” publicou que algumas das maiores marcas do mundo, como Disney e Mercedes-Benz, estão “involuntariamente financiando” extremistas islâmicos e nazistas com anúncios na internet. É que vídeos desses grupos estão sendo exibidos junto de publicidades das companhias, que pagam uns R$ 30 para cada 1.000 visualizações. E alguns têm mais de 1 milhão.

Valentão da Gávea (RJ). A desembargadora Suimei Cavalieri, da 3ª Câmara Criminal do Rio, negou mais um pedido de liminar para soltar o promotor de eventos José Philippe Ribeiro de Castro. Preso desde junho de 2015 por agredir três pessoas numa festa em sua casa, na Gávea, Zona Sul carioca. Ele será levado a júri popular. Uma das vítimas, como se sabe, teve a orelha decepada.

Cadeira 37 em jogo. Continua acirrada a disputa, ainda nos bastidores, entre o poeta Antonio Cícero e o professor e historiador Arno Wehling pela cadeira 37 da Academia Brasileira de Letras, que era ocupada por Ferreira Gullar. A candidatura de Arno, no entanto, teve algumas adesões recentes, e já hã quem contabilize 20 votos para ele. São necessários 18 para a eleição, que acontece no dia 9 de março.