Home > Geral > Zoológico de Beagá ganhará novo membro

Zoológico de Beagá ganhará novo membro

A gorila Imbi está com aproximadamente seis meses de gestação (Foto: Daniel Alves)

A cegonha passeou novamente no zoológico de Belo Horizonte. A primata Imbi está grávida do seu segundo filho. A notícia da chegada do novo membro na família foi confirmada no último dia 22, pela Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte (FZB-BH).

Segundo a bióloga Vivian Teixeira Fraih, responsável pelos mamíferos do zoo, desde o final do ano passado, a gorila começou a apresentar mudanças no comportamento, ficando mais arredia, quieta e rejeitando alimentos que fazem parte da dieta. A partir disso, os cuidadores começaram a observá-la com mais frequência e resolveram fazer um teste de gravidez, daqueles comprados em farmácia e que faz o diagnóstico a partir da urina.

O primeiro teste, realizado no final de janeiro, comprovou que a Imbi estava grávida, porém os biólogos decidiram fazer outro exame neste mês de fevereiro. Novamente, o resultado foi positivo. Pela dificuldade de coletar a urina do animal, a gravidez da gorila só foi confirmada nesta semana. Este será o segundo filho da primata com o macho Leon e a previsão é para que ele nasça em março. “Não existe uma maneira de fazer o ultrassom na Imbi, por isso, fica difícil precisar uma data para o parto”, destaca Vivian.

O primeiro filho do casal chama-se Jahari e nasceu em dezembro de 2014. Segundo informações da FZB-BH, o filhote está crescendo bem e o pai ajuda nos cuidados. “Leon é um pai carinhoso e cuidadoso”, contou a bióloga.

Família gorila

O zoológico de Belo Horizonte tem cinco animais da espécie Gorilla gorilla gorilla, conhecidos popularmente como gorila da planície ocidental.

A família tem como membros o macho Leon; duas fêmeas, Imbi e Lou Lou; e os dois filhotes Jahari e Sawidi. Um fato curioso sobre os pequenos é que eles foram os primeiros da espécie a nascerem em cativeiro na América Latina.

A família gorila começou a ser formada em 2013, quando o Leon chegou, após a morte do Idi Amin. Neste mesmo ano, a Lou Lou também veio para BH e a Imbi já estava no local. Já os filhotes, ambos do Leon, nasceram em 2014, sendo que a primeira é a mãe de Sawidi e a segunda de Jahari.

Notícia ruim

Além da Imbi, a gorila Lou Lou também estava grávida do seu segundo filho, porém ela abortou na manhã de quarta-feira (22). Segundo Vivian, a primata estava bem e comendo normalmente quando a fatalidade aconteceu.

De acordo com a bióloga, a gorila ainda está com o filhote, atitude normal à raça, e ainda não se sabe o que pode ter causado a morte. “Precisamos aguardar ela soltar a cria e isso pode demorar de dias a semanas”.

Os cuidadores irão observar o grupo para notar possíveis mudanças no comportamento dos animais. Vivian disse que até o momento a reação do grupo é normal, porém caso aja alguma alteração, equipe vai agir para evitar maiores danos. “Os animais sentem quando algo ruim acontece”, disse. A bióloga explicou que o aborto foi apenas uma fatalidade e a Lou Lou passa bem. “Ela é uma fêmea saudável, em breve poderá ter outros”, finalizou.