Home > Wanderley Paiva > 54ª Edição do TROFÉU GUARÁ

54ª Edição do TROFÉU GUARÁ

A Rádio Itatiaia promoveu no último dia 30 de janeiro, no Buffet Catharina, a cerimônia de entrega da 54ª edição do Troféu Guará, considerado o mais tradicional e importante prêmio do futebol mineiro. Como, tradicionalmente, ocorre em todos os anos, a imprensa mineira elegeu os destaques da temporada 2016.
O Troféu Guará é reconhecido pelo público mineiro e exalta os destaques da temporada em todas as posições. Criado, em 1962, pela Rádio Itatiaia, a premiação é composta por uma lista única e final, onde a soma dos votos de toda a mídia esportiva, entre rádios, televisões, revistas e jornais, elegem os melhores do ano. A premiação teve seu nome escolhido em homenagem ao grande jogador do Atlético Mineiro nas décadas de 30 e 40, Guaracy Januzzi, o Guará.

Foram agraciados os jogadores que se destacaram no ano, além do melhor árbitro, dirigente do ano, jogador revelação, craque do ano, artilheiro do ano, técnico do ano e preparador físico.
Ainda houve o prêmio Guará Especial, que prestigia instituições ou pessoas que se destacaram no cenário esportivo.
Após mais um ano de disputas acirradas nas competições nacionais, Atlético e Cruzeiro, dividiram a maioria das homenagens da 54ª edição do prêmio. O América por sua vez, decepcionou seus torcedores com a queda para a Série B do Campeonato Brasileiro. O Galo fez uma boa campanha no Brasileirão, garantindo assim vaga na Copa Libertadores deste ano. Já a equipe da Toca da Raposa, deixou a China Azul apreensiva, lutando contra o rebaixamento e ao final até esboçou uma reação com a chegada do técnico Mano Menezes, mas teve de se contentar apenas com vaga na Copa Sulamericana.
Quem teve mais atletas premiados foi o Atlético, com seis jogadores, contra quatro do Cruzeiro. Fora das quatro linhas, o presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno, venceu como “Dirigente do Ano” e Mano Menezes como melhor treinador. Eduardo Silva, também do Cruzeiro, foi considerado o “Preparador Físico do Ano”. Já na arbitragem, destaque para Igor Benevenuto, eleito o melhor árbitro. O apitador mineiro comemora seu primeiro título.
O atacante Robinho levou o prêmio de “Craque do Ano”. Já o jovem zagueiro Gabriel do Galo faturou o prêmio de “Jogador Revelação”. Fechando a lista, o atacante Robinho foi eleito também o artilheiro do ano.
Destaque também ficou por conta da excelente organização do evento sob o comando do ilustre Presidente da Rádio Itatiaia, Emanuel Carneiro e sua equipe internacional liderada pela simpática e competente Diretora de Esportes, Úrsula Nogueira. Como sempre, dando um show de cobertura e profissionalismo. Registramos ainda a presença de personalidades da política mineira, dentre eles o prefeito de BH, Alexandre Kalil e do governador do Estado, Fernando Pimentel.

Eleitos:
Técnico: Mano Menezes (Cruzeiro)
Preparador físico: Eduardo Silva (Cruzeiro)
Dirigente do Ano: Daniel Nepomuceno (presidente do Atlético)
Jogador revelação: Gabriel (zagueiro do Atlético)
Melhor árbitro: Igor Junio Benevenuto
Craque do ano: Robinho (Atlético)
Artilheiro: Robinho (Atlético), com 25 gols
Campeão Mineiro: América
Campeão Mineiro Módulo II: Democrata-GV
Campeão Mineiro da Segunda Divisão: Tupynambás
Campeão Brasileiro da Série C: Boa Esporte
Campeão Mineiro Júnior Sub-20: Cruzeiro
Campeão Mundial de Vôlei: Sada Cruzeiro
Prêmio Guará Especial: Cruzeiro, que comemora os 50 anos do título da Taça Brasil de 1966.
Veja como ficou a seleção Guará de 2016:
Goleiro: João Ricardo (América)
Lateral-direito: Marcos Rocha (Atlético)
Zagueiros: Leonardo Silva (Atlético) e Manoel (Cruzeiro)
Lateral-esquerdo: Fábio Santos (Atlético)
Volantes: Henrique (Cruzeiro) e Robinho (Cruzeiro)
Meia: Arrascaeta (Cruzeiro)
Atacantes: Fred (Atlético) Lucas Pratto (Atlético) e Robinho (Atlético)

*Desembargador do TJMG e Bacharel em Comunicação Social – Jornalismo