Home > Acir Antão > Acir Antão

Acir Antão

Nossa Senhora de Guadalupe (Foto: Aquivo pessoal)
Nossa Senhora de Guadalupe (Foto: Aquivo pessoal)

MÉXICO E SUAS HISTÓRIAS – Estivemos em Cancún, em roteiro preparado pelo padre Lucas Almeida, para a nossa jornada no México que começou no dia 28 de janeiro e terminou no dia 9 de fevereiro. A viagem o foi muito produtiva, porque a cultura foi o forte de todos os dias, principalmente, quando passamos no santuário de Nossa Senhora de Guadalupe. A história é muito interessante. Em Tlatelolco existem ruínas de uma cidade Asteca. Neste lugar, os espanhóis desmancharam tudo e com o material das próprias edificações, constituíram uma igreja. Quando os espanhóis chegaram, vieram padres, bispos e o trabalho catequético foi iniciado.
Um índio católico, certo dia atravessava uma coluna e de repente teve uma visão de Nossa Senhora que lhe pediu a construção de uma igreja em honra de Nossa Senhora de Guadalupe. O índio respondeu a ela que não tinha condições, mas que levaria seu pedido ao bispo. Foi a Tlatelolco e falou com o bispo que não acreditou. Depois de idas e vindas a colina, o bispo pediu então uma prova da aparição de Nossa Senhora. O índio estava preocupado com uma doença grave na família e ficou em dúvida se iria ao encontro da virgem ou procurava remédios para o doente. Contudo, optou-se pela virgem, que lhe apresentou um lindo buquê de muitas rosas para levar ao bispo – e em relação ao parente do índio, ela disse que ele poderia ficar tranquilo, pois já estava curado. Como as rosas eram muitas, ele pegou suas vestes, uma túnica feita de linhagem, e as enrolou para levar para o bispo. Mas, quando foi entregá-las para ele, ao desenrolar a túnica, no lugar das rosas, havia uma imagem de uma santa. O índio, encantado, disse que era aquela senhora que lhe apareceu várias vezes. Assim é a história de Guadalupe. O índio, de nome Diogo, foi santificado numa das últimas idas de João Paulo II ao México.

OS IDIOMAS MEXICANOS – Outra coisa interessante no México. As crianças, na idade escolar, aprendem primeiro a língua nativa de acordo com sua herança: Maia ou Asteca. Depois o espanhol, que é a língua oficial do país, e o inglês. Os três idiomas são obrigatórios. Lá, todos falam inglês fluentemente e ainda se consideram Maia ou Asteca.

HISTÓRIA CENTENÁRIA – A história dos Maias e Astecas é o forte do turismo no México. E o país está explorando bem esse lado da economia e, hoje, esse segmento faz parte da estratégia dos mexicanos para fortalecer as suas relações com o resto do mundo e ficar independente do presidente Trump. Outro fator importante é a segurança – até um telefone perdido numa das pirâmides, por uma pessoa do nosso grupo, foi encontrado e devolvido quando estávamos em outro Estado.

DA COCHEIRA

Simplicidade de Cármen Lúcia – Embora toda poderosa, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia não demonstra arrogância. Tanto assim, que em uma de suas recentes visitas à cidade de Espinosa, no Norte de Minas, sua terra natal, desceu de avião de carreira em Montes Claros, alugou um carro popular e viajou, juntamente, com familiares, dirigindo o veículo, por mais de 200 quilômetros. Antes e como sempre, no tempo que ainda não era famosa, parou para degustar um pão de queijo do barzinho do Oswaldo, em Porteirinha. Ou seja, ela está com tudo e não está prosa.

Jogos no Mineirão – O último jogo entre Cruzeiro e Atlético, no Mineirão, não aconteceu aquelas tradicionais brigas e empurra empurra. Isto demonstra que, quando a Polícia Militar realiza um planejamento de primeira linha, tudo dá certo. Aliás, neste tipo promoção, a partir de agora, haverá sempre um limite de público para facilitar a atuação, tanto da PM quanto do Corpo de Bombeiros.

Prefeito de BH – Alexandre Kalil deveria ver a possibilidade da avenida Afonso Pena, receber os desfiles de todos os blocos nos quatro dias de Carnaval. Nossa festa seria efetivamente um sucesso nacional.

ANIVERSARIANTE

Domingo, dia 12 de fevereiro

Maria de Lourdes Brandão
Ex-ministro Paulo Cícero de Vasconcelos
Hamilton Ferreira
Antônio Silva

Segunda-feira, 13
Ex deputado Sérgio Emílio de Vasconcelos Costa
Engenheiro Roberto Coutinho
Jornalista Cecília Ribeiro

Terça-feira, 14
Dr. Clésio Basileu
José Francisco Tadeu Filho

Quarta-feira, 15
Simone Barbosa – Fundação Municipal de Cultura
Jornalista Manoel Fagundes Murta
Jornalista Lúcio Perez – Assembleia Legislativa
Sonata Lucas Diniz

Quinta-feira, 16
Eduardo Rocha – Pam Pam
Eloisa do Prado

Sexta-feira, 17
Wilsinho Reis – Laguna Auto-Ônibus
Jornalista Lúcia Helena Gazola
Jorge Santana de Jesus

Sábado,18
Engenheiro Aloísio Belém
Madalena Bahia Cascão
Sra. Orizete de Barros Pereira – esposa do Coronel Paulo Duarte

A todos, os nossos parabéns!